Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Israel ataca alvos na Síria e mata ao menos 57 pessoas

Israelenses têm como alvos os pontos importantes para as relações entre milícias sírias e forças do Irã.

 

Israel lançou, na quarta-feira (13), um dos ataques aéreos mais violentos contra alvos na Síria desde o começo da guerra no país, em 2011, e deixou 57 mortos, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Nos últimos dias do governo de Donald Trump nos Estados Unidos, Israel tem acelerado os ataques contra a Síria, especialmente contra locais onde há aliados dos iranianos.

Veja uma reportagem de 2019 sobre ataques feitos por israelenses contra alvos na Síria.

Israel ataca alvos do Irã na Síria

Israel ataca alvos do Irã na Síria

O presidente norte-americano tem uma política agressiva contra o Irã, que deve ser abandonada quando Joe Biden assumir o poder no dia 20 de janeiro.

Segundo a agência de notícias síria Sana, Israel atingiu alvos em dois locais:

  • A cidade de Al Bukamal, que fica perto da fronteira com o Iraque e pela qual passa a principal rodovia que conecta o Irã à Síria;
  • A província de Deir al Zor, onde há presença de milícias ligadas à Guarda Revolucionária do Irã.

Mapa mostra quais foram os alvos de Israel na Síria — Foto: G1

A aviação israelense realizou pelo menos 18 incursões nas regiões, de acordo com o OSDH.

Os paramilitares mortos pertencem ao movimento libanês Hezbollah e às Brigadas Fatimid, que têm combatentes afegãos pró-iranianos, operando na região, segundo o OSDH.

Em novembro, ataques semelhantes no leste da Síria mataram pelo menos 19 entre as milícias pró-Irã, de acordo com a ONG.

A agência oficial síria SANA informou de bombardeios israelenses noturnos no leste do país, sem oferecer mais detalhes.

Esta é a segunda rodada de bombardeios de Israel em menos de uma semana na Síria. A última foi no dia 7 de janeiro e visou posições no sul do país e ao sul de Damasco, a capital, onde três combatentes pró-iranianos foram mortos.

Em 2020, Israel bombardeou 50 alvos na Síria, de acordo com um relatório anual divulgado no final de dezembro pelos militares israelenses.

Guerra na Síria

Desde o início da guerra na Síria em 2011, Israel realizou centenas de bombardeios contra tropas do governo, forças aliadas iranianas e militantes do Hezbollah.

Esses ataques representam uma "política clara" para Israel, declarou o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, em novembro.

A guerra na Síria já causou mais de 380 mil mortes e forçou milhões de pessoas a abandonar seus lares.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

200 vídeos VÍDEO: Imagens mostram local onde corpo de jovem desaparecida na Penha foi encontrado VÍDEO: 'Ele poderia me tirar pelo menos a dor de pai', diz homem sobre filha desaparecida Vídeo mostra momento em que policial rodoviário federal é assassinado, no Recife

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE