Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Página no site do Departamento de Estado dos EUA diz que mandato de Trump '''termina em 11 de janeiro''' e, em seguida, sai do ar

Em link para biografia do presidente, mensagem dizia que O mandato de Donald J. Trump terminou em 11 de janeiro de 2021, 19:45:20 , o que corresponderia às 21h45 no horário de Brasília. Conteúdo sumiu em seguida e, por enquanto, não teve explicação

 

O site do Departamento de Estado dos Estados Unidos na tarde desta segunda-feira (11) exibiu uma mensagem afirmando que o mandato do presidente Donald Trump foi encerrado. O conteúdo foi retirado do ar em seguida. Até a última atualização desta reportagem não havia manifestação oficial sobre o motivo de esse conteúdo ter ido ao ar.

Ao acessar uma página de biografia de Donald J. Trump no site state.gov, o usuário se deparava com a mensagem “Donald J. Trump's term ended on 2021-01-11 19:49:00.” (O mandato de Donald J. Trump terminou em 11 de janeiro de 2021, 19:49:00).

O horário após a data chegou a mudar algumas vezes, dando a impressão de se tratar de uma contagem regressiva.

Por volta das 17h30 (horário de Brasília), o conteúdo foi retirado do ar.

Um repórter do site Buzzfeed News teria obtido junto a fontes não identificadas a informação de que se trataria de uma ação realizada por funcionário insatisfeito, mas isso não foi confirmado.

Impeachment

Nesta segunda, representantes do Partido Democrata apresentaram um pedido de impeachment contra o presidente Trump no qual o acusam de incitar uma insurreição – que culminou na última quarta-feira com a invasão do Capitólio dos Estados Unidos na semana passada.

O pedido argumenta que o discurso feito por Trump a seus apoiadores, pouco antes da invasão, teria incentivado as ações violentas contra os representantes do poder legislativo dos EUA.

Esse é o segundo pedido de impeachment contra Trump feito pelos democratas da Câmara que acusaram o presidente, em dezembro de 2019, por pressionar a Ucrânia a investigar Biden – à época, o pedido foi aprovado com a maioria da Câmara mas não foi para a frente porque o Senado, controlado pelos republicanos, votou contra.

  • Entenda como a 25ª Emenda, para remover Trump do cargo, pode ser aplicada

Mais cedo, os republicanos na Câmara dos Deputados rejeitaram uma resolução pedindo que o vice-presidente Mike Pence acionasse a 25ª emenda da Constituição americana – afastando Trump da presidência dos EUA.

Como houve objeção, a recomendação será reavaliada na terça-feira (12) com a presença de todo o plenário.

A decisão para seguir com os procedimentos previstos na 25ª emenda não é tomada pelo legislativo, ela precisa ser acionada por Pence, com o apoio da maioria dos membros do Gabinete presidencial.

Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

200 vídeos VÍDEO: Imagens mostram momento em que mulher é baleada em invasão ao Capitólio, nos EUA Vídeo mostra momento em que policial rodoviário federal é assassinado, no Recife VÍDEO: Mulher é mantida refém em porta-malas de carros em Fortaleza

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE