Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Indonésia iniciará vacinação com a CoronaVac no dia 13

Presidente Joko Widodo será o 1º a receber dose do imunizante desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac. País é o mais atingido pelo coronavírus no sudeste asiático.

 

A Indonésia anunciou nesta terça-feira (5) que iniciará a imunização contra a Covid-19 com a CoronaVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, no dia 13.

O ministro da Saúde, Budi Gunadi Sadikin, afirmou que o presidente do país, Joko Widodo, será o primeiro cidadão que receberá a dose da vacina.

  • Vacina contra a Covid: veja países que já começaram a imunização
  • México aprova uso emergencial da vacina de Oxford

Quarto país mais populoso do mundo, com mais de 265 milhões de habitantes, a Indonésia é o mais atingido pela pandemia no sudeste asiático. São 22 mil mortes e 772 mil casos confirmados, segundo a Universidade Johns Hopkins.

A Indonésia já recebeu 3 milhões de doses da CoronaVac e tem acordo também com as farmacêuticas Pfizer/BioNTech e a AstraZeneca, que desenvolve um imunizante em parceria com a Universidade de Oxford. Ao todo, o país garantiu 329 milhões de doses de vacinas.

Além da Indonésia, quatro países preveem usar a CoronaVac: Chile, China, Turquia e Brasil, onde a vacina é testada em parceria com o Instituto Butantan.

O governo de São Paulo anunciou no fim de dezembro que o imunizante é eficaz, mas adiou a divulgação dos resultados da terceira fase de testes.

Já a Turquia afirmou que a CoronaVac tem eficácia de 91,25% contra o coronavírus.

Estratégia polêmica

O governo indonésio anunciou uma estratégia de imunização que recebeu críticas da comunidade científica internacional. Em vez de priorizar idosos, profissionais de saúde e pacientes de grupos de risco, o país decidiu iniciar a vacinação em pessoas de 18 a 59 anos.

O objetivo é impedir a disseminação do vírus pelo grupo que tem mais mobilidade e, segundo o governo, está mais exposto à contaminação. As autoridades de saúde alegam ainda que essa faixa etária também apresenta o maior número de pacientes assintomáticos.

A Indonésia vai na contramão das dezenas de países que começaram suas campanhas de vacinação e preferiram proteger o público mais vulnerável.

VÍDEOS: novidades sobre as vacinas contra a Covid

20 vídeos Valdo: Ministério da Saúde atrasa compra da CoronaVac Fiocruz recomeça o censo das vacinas nesta quarta-feira Instituto que produz vacina de Oxford na Índia diz que exportação não está proibida

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE