Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Mais 4 adolescentes são acusados pela morte de Samuel Paty na França, diz agência

Até o momento, 14 pessoas foram acusadas pela morte de Paty — várias delas menores de idade. Professor foi decapitado após exibir charge de Maomé em aula sobre liberdade de expressão.

 

Quatro estudantes com idades entre 13 e 14 anos foram acusados na quarta-feira (26) na investigação sobre a decapitação do professor francês Samuel Paty, segundo a agência de notícias France Presse.

Paty foi assassinado em 16 de outubro, após ter exibido uma charge do profeta Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão, e sua decapitação gerou uma onda de comoção na França.

  • Quem era o professor decapitado por ensinar a liberdade de expressão na França
  • Do Bataclan a Samuel Paty: relembre outros ataques no país nos últimos 5 anos

Três dos quatro adolescentes foram acusados de "cumplicidade em assassinato terrorista", por terem indicado ao assassino quem era vítima. O quarto adolescente foi acusado por "denúncia caluniosa", segundo a France Presse.

Todos chegaram a ser detidos por ordem de juízes antiterroristas do país, mas foram soltos sob vigilância após serem apresentados a um magistrado.

Até o momento, 14 pessoas foram acusadas pela morte — várias delas menores de idade.

Samuel Paty, um professor de 47 anos, foi assassinado quando saía da escola onde lecionava, nos arredores de Paris, por um extremista de 18 anos que foi morto pela polícia minutos após o crime.

Conheça cinco pontos sobre Samuel Paty, professor que foi decapitado na França

Conheça cinco pontos sobre Samuel Paty, professor que foi decapitado na França

Veja os vídeos mais assistidos do G1

20 vídeos Veja momento da tentativa de assalto a PM em São Paulo Motorista ‘perde’ o carro em engarrafamento e fica vagando por meia hora no meio de rodovia até achar Funcionários de padaria de São Paulo falam sobre agressão

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE