Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Ministério Público do Pará designa promotor de Alenquer para atuar no caso '''Iran Parente'''

Houve necessidade de designação de novo promotor porque em outubro deste ano, os promotores criminais da Comarca de Santarém haviam se declarado suspeitos para atuarem no processo.

 

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) designou o promotor de Justiça Diego Libardi Rodrigues, da comarca de Alenquer, oeste do Pará, para atuar no processo criminal nº 0002241-26.2020.8.14.0051, no qual constam como vítimas de homicídio o empresário Iran Parente e sua esposa Josielen Prezza, crime ocorrido em fevereiro deste ano, na região do Planalto, em Santarém.

Houve necessidade de designação de novo promotor porque em outubro deste ano, os promotores criminais da Comarca de Santarém haviam se declarado suspeitos para atuarem no processo.

A Justiça havia encaminhado o processo do caso do duplo homicídio à Promotoria de Justiça de Santarém no dia 28 de setembro deste ano, para que no prazo de 5 dias o órgão se manifestasse sobre os documentos de fls. 331/343. Porém, o processo retornou no dia 22 de outubro, com ofício da Coordenação do Ministério Público em Santarém informando que todos os promotores de Justiça em Santarém haviam se declararam suspeitos.

No ofício, a Coordenação das promotorias informou à Justiça que já havia solicitado ao Procurador Geral de Justiça que designasse um novo promotor. Como houve demora na designação, a defesa do empresário Dionar Cunha Junior, empresário acusado de mandar matar Iran Parente e Josielen Prezza, pediu a conversão da prisão cautelar em medidas cautelares. O pedido foi aceito pelo juiz titular da 3ª vara Criminal, Gabriel Veloso.

Outro réu, Erick Renan Oliveira Carvalho acusado de ser um dos executores de Iran e Josielen, estava preso no centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, e também foi beneficiado com a liberdade provisória mediante cumprimento de medidas cautelares.

A Coordenação das Promotorias de Justiça de Santarém informou que já foi solicitado nesta quarta-feira (18), pedido de vistas do MPPA aos autos do processo.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE