Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

João Pingarilho e Paulo Barrudada declaram apoio a Nélio no 2º turno; Tomaso fica neutro

Os seis candidatos que não passaram para o 2º turno somaram pouco mais de 34 mil votos nas urnas, número de votos bem inferior ao de abstenções.

 

Maria do Carmo (PT) e Nélio Aguiar (DEM) disputam a prefeitura de Santarém, oeste do Pará, no dia 29 de novembro, quando será realizado o 2º turno das eleições municipais. Na esperança de aumentar o número de votos em relação ao 1º turno, os dois negociam apoio dos outros seis candidatos que participaram da disputa, e três deles já se posicionaram.

O primeiro candidato a definir de que lado estará no 2º turno foi João Pingarilho (PSC), que foi o terceiro mais votado em Santarém no obteve 13.378 votos. Ele vai apoiar o atual prefeito Nélio Aguiar que é candidato à reeleição.

Em vídeo enviado à produção de jornalismo da Tv Tapajós, Pingarilho confirmou o apoio ao candidato do Democratas e disse que continuará na luta em defesa dos princípios e valores da família cristã. Agradeceu aos 13.378 votos recebidos e disse que foi uma campanha desafiadora porque abriu mão do dinheiro público e só teve 18 segundos de tv.

“Nós estamos muito felizes, pois fizemos uma campanha limpa e transparente, e mesmo não tendo passado para o 2º turno já somos mais do que vencedores. Nosso projeto está apenas começando, não vamos parar. Como uma nova geração política não seremos omissos à decisão do futuro político do nosso município. Vamos continuar lutando pelos princípios e valores da família cristã. Ontem tivemos uma reunião e decidimos apoiar Nélio no 2º turno”, disse Pingarilho.

O sétimo colocado no 1º turno, Paulo Barrudada (PSL) também declarou apoio ao candidato Nélio Aguiar. Barrudada obteve 2.295. A decisão de apoiar Nélio foi tomada após reunião entre os dois na segunda-feira (16).

Ao declarar apoio ao candidato do Democratas, Barrudada disse que vai apoiar Nélio porque considera que ele está fazendo um bom governo e está de acordo com as suas propostas para Santarém.

Neutralidade

O candidato Coronel Tomaso (Patriota), que foi o quarto mais votado com 7488 votos preferiu se manter neutro no segundo turno. Tomaso disse que poderia ser incoerente nesse momento, apoiando Nélio ou Maria, se durante toda a campanha, a exemplo dos outros candidatos, seu discurso foi de combate às velhas práticas da política.

Quem me conhece, sabe que eu não tenho duas caras. Se a gente combate as velhas formas de fazer política, porque num momento como esse eu iria deixar tudo por terra? Pelo contrário. Então minha gente, eu não apoio nenhum dos dois candidatos que estão aí para o 2º turno. Não concordo com a ideologia desses partidos, não concordo com as práticas políticas exercidas por esses gestores. Não se busca o poder pelo poder. De que vale o homem ganhar o mundo se ele perde sua alma, se ele perde seu nome? Conte comigo. Vou ser um fiscal agora”, disse.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE