Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Região Sul tem 29 prisões por boca de urna

Dados do boletim informativo das eleições municipais divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral TSE na tarde deste domingo 15 , apontaram o Paraná com o maior registro de prisões entre os estados da região Sul

 

Dados do boletim informativo das eleições municipais divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na tarde deste domingo (15), apontaram o Paraná com o maior registro de prisões entre os estados da região Sul. Foram 10 prisões de candidatos, até às17h30. 

Entre as ocorrências, oito detenções foram por boca de urna, uma por corrupção eleitoral e uma por outros motivos. Entre os não candidatos, o número foi de 29 prisões, sendo 19 por boca de urna, duas por corrupção eleitoral, uma por divulgação de propaganda e sete por outros motivos. 

Ministro Barroso justifica pane no e-Título e faz primeiro balanço das eleições

Santa Catarina e Paraná somam seis prisões por boca de urna até o início da tarde deste domingo (15); RS segue sem ocorrências

Em Santa Catarina não houveram prisões de candidatos pelo crime eleitoral, mas 14 pessoas foram apreendidas, sendo 10 por boca de urna e quatro por corrupção eleitoral. O Rio Grande do Sul não registrou este tipo de ocorrência. 

Por outro lado, o estado gaúcho foi o que mais teve urnas substituídas na região Sul do País. Foram 336 dos mais de 23,7 mil equipamentos de votação. O Paraná precisou trocar 159 urnas e Santa Catarina, 152. Não houve registros de seções com votação manual.  

Segundo o TSE, ao todo, quase 180 milhões de eleitores estavam aptos a participar das eleições municipais deste ano. Entre os estados do Sul, o Rio Grande do Sul tem o maior número de pessoas aptas a votar, logo à frente do Paraná e de Santa Catarina. 
 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE