Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Policiais militares do oeste do Pará ganham Núcleo de Atenção Psicossocial em Santarém

O NAP I vai atender pelo menos 1.200 militares do efetivo do CPR I e seus familiares, além de prestar apoio ao efetivo do CPR VI e CPR X.

 

A Polícia Militar do Pará instalou em Santarém, oeste do Pará, na quarta-feira (11), o 1º Núcleo de Atenção Psicossocial (NAP I), que atenderá na circunscrição do Comando de Policiamento Regional I (CPR I). Construído por meio de uma parceria entre a PM e o Poder Judiciário, o Núcleo funciona na sede do 3º Batalhão da Polícia Militar.

O NAP I é uma subunidade com subordinação técnica ao Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciap) e subordinação administrativa ao CPR, e foi incluído na estrutura organizacional do Comando de Policiamento Regional I (CPR I), que foi o primeiro Comando de Policiamento Regional contemplado com oficiais nas especialidades de Psicologia e Serviço Social da PM, para atender toda a tropa do oeste do Pará.

Os serviços oferecidos pelo NAP I são coordenados pela capitã Ana Carolina Bezerra Leopoldino, oficial psicóloga, que faz o atendimento individualizado, encaminhamentos diversos, controle de letalidade, avaliações psicológicas (retorno à operacionalidade), avaliação para o porte de arma de inativos, assessoramento aos comandantes em situações diversas, palestras e instruções.

A 2° tenente Lêda Marques Borges, assistente social da PM, por sua vez desenvolve as seguintes atividades: atendimento social individualizado, orientação social, encaminhamentos internos e externos, avaliação social para fins de transferência/movimentação do militar, elaboração de relatório social com emissão de parecer para fins de assessoramento aos comandantes, visitas domiciliares e ações de prevenção (palestras e instruções).

A solenidade, realizada na quarta-feira (11), contou com as presenças do comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior, comandante do CPR I, coronel Aldemar Loureiro Maués Júnior, além dos demais comandantes de unidades subordinadas ao Comando Regional. O NAP I ficará responsável pelo atendimento de pelo menos 1.200 militares que compõem o efetivo do CPR I e seus familiares, além de prestar apoio ao efetivo do CPR VI e CPR X.

Promoção da saúde

A capitã Ana Carolina Bezerra Leopoldino reforçou que a implantação do NAP I em Santarém é um grande passo para levar as especialidades de Psicologia e Serviço Social para a tropa do interior, que também necessita de atendimento especializado.

"O estresse e o sofrimento psíquico crescentes na nossa sociedade fazem com que seja necessário investirmos, cada vez mais, em apoio e atenção à saúde dos nossos servidores. As duas categorias profissionais desenvolvem ações no âmbito institucional, respaldadas por procedimentos técnicos e éticos, visando à prevenção e à promoção da saúde. Ainda existe um longo caminho a percorrer, mas sentimos que passos importantes foram dados nesse momento, com a instalação do 1º Núcleo da Atenção Psicossocial no interior", explicou a psicóloga.

O coronel Dilson Júnior ressaltou que o setor biopsicossocial é uma das principais vias para a corporação demonstrar o cuidado com a tropa. "A atenção biopsicossocial é a principal norteadora das ações que a PM deve implementar dentro do olhar de cuidados com a tropa", informou o comandante-geral da PM.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE