Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Brasileiros são flagrados ao tentar entrar em Portugal com mais de 170 kg de cocaína levados em jatinho

Três brasileiros e dois portugueses vão responder por tráfico internacional de drogas. Eles tentavam se passar por viajantes de negócios. É a primeira vez que a polícia de Portugal apreende um jatinho em uma operação desse tipo.

 

A polícia de Portugal deteve três brasileiros e dois portugueses que levaram mais de 170 kg de cocaína do Brasil até Lisboa em um jatinho.

Os três brasileiros foram presos, mas os dois portugueses aguardarão o processo em casa, segundo entrevista de Rui Sousa, coordenador da Polícia Judiciária do país à emissora pública RTP.

“Estamos em plena cooperação com as autoridades brasileiras e sabemos que uma das pessoas já tinha antecedentes por outros tipos de crimes”, disse ele.

Os traficantes estavam disfarçados de viajantes executivos e já teriam realizado várias vezes o mesmo roteiro: partindo do Brasil em direção a Portugal com carregamentos de drogas.

Os cinco podem pertencer a uma organização maior, de acordo com Sousa.

A polícia apreendeu o avião –foi a primeira vez que isso aconteceu em uma operação contra o comércio ilegal de drogas no país. A carga seria equivalente a 1,7 milhão de doses de cocaína na quantidade que é vendida ao consumidor final.

A ação foi parte de uma operação da polícia portuguesa chamada White Wing (asa branca em inglês).

Veja abaixo vídeo sobre uma ação que prendeu uma quadrilha de traficantes no interior de São Paulo.

Quadrilha de tráfico internacional de drogas é presa, no interior de SP

Quadrilha de tráfico internacional de drogas é presa, no interior de SP

20 vídeos Vídeo mostra vendedor momentos antes de ser atingido por botijão em Copacabana, no Rio Polícia Militar de SC faz resgate de alpinistas presos em cânion Ministro Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, presidente do STF, discutem durante julgamento

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE