Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Americanos fazem homenagem a Ruth Bader Ginsburg em frente a sede da Suprema Corte dos EUA

Juíza da mais alta corte norte-americana morreu na sexta por complicações de um câncer no pâncreas e deixou um legado na luta pela igualdade de direitos.

 

Uma multidão passou a madrugada em vigília em frente ao prédio da Suprema Corte dos Estados Unidos para homenagear a juíza Ruth Bader Ginsburg, que morreu aos 87 anos por complicações de um câncer no pâncreas.

Na manhã de sábado (19), centenas de pessoas se aglomeravam nas escadarias da mais alta corte dos EUA em uma homenagem silenciosa que foi interrompida por palmas. A juíza ficou conhecida por lutar pela igualdade de gênero e justiça social.

Durante todo o tempo, flores, velas e cartazes com homenagens à juíza foram depositados na entrada do edifício. Em alguns momentos, o silêncio e o luto foram trocados pela música. Um coro improvisado entoou hinos religiosos, como "Amazing Grace".

Centenas se reúnem em frente à sede da Suprema Corte dos EUA após a morte da juíza Ruth Bader Ginsburg — Foto: Alex Brandon/AP

Apesar da aglomeração, imagens mostram muitas pessoas usando máscara de proteção por conta da pandemia de Covid-19, os EUA são o país com mais casos da doença no mundo com mais de 6,7 milhões de infectados.

Assento vazio

A morte da juíza abre caminho para Donald Trump consolidar maioria conservadora na corte antes das eleições. Os juízes da Suprema Corte são nomeados pelo presidente dos Estados Unidos e confirmados pelo Senado, segundo a Constituição norte-americana.

  • Trump diz que vai indicar juiz para Suprema Corte 'sem demora'

Ginsburg foi diagnosticada com o câncer de pâncreas no ano passado, mas não foi a primeira vez que ela passou por tratamentos sérios. Em 1999, foi tratada para um câncer de cólon, e enfrentou um câncer de pâncreas também em 2009. Em dezembro de 2018 também foi tratada de um câncer no pulmão.

Em 2018, a juíza foi homenageada no filme 'Suprema', longa com Felicity Jones no papel principal que acompanha a história de Ginsburg durante a juventude e a tentativa de fazer carreira como advogada nos anos 1960 e 1970.

Veja mais fotos da homenagem à juíza Ruth Bader Ginsburg:

Pessoas continuam em vigília neste sábado (19) em frente à sede da Suprema Corte dos EUA pela morte da juíza Ruth Bader Ginsburg — Foto: Carlos Barria/Reuters

Boneca da juíza Ruth Bader Ginsburg em meio às homenagens na escadaria da Suprema Corte dos EUA — Foto: Carlos Barria/Reuters

Homenagens à juíza Ruth Bader Ginsburg continuam neste sábado (19) em frente a Suprema Corte dos EUA — Foto: J. Scott Applewhite/AP

Flores e velas são depositadas na escadaria da Suprema Corte dos EUA em homenagem à juíza Ruth Bader Ginsburg — Foto: Alex Brandon/AP

VÍDEOS: Mais notícias internacionais

20 vídeos Multidão homenageia juíza americana Ruth Bader Ginsburg, que morreu aos 87 anos Congresso peruano vota contra o impeachment do presidente Martín Vizcarra Quatro estados abrem as urnas para a votação antecipada nos EUA

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE