Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Protesto em Israel pede renúncia de Benjamin Netanyahu e critica condução durante a pandemia

O ato reúne mais de 10 mil pessoas, segundo a imprensa local, e ocorre em frente à residência do primeiro-ministro de Israel, em Jerusalém.

 

Manifestantes fazem um ato na capital de Israel com críticas ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu neste sábado (12). Segundo a imprensa local, o ato reúne mais de 10 mil pessoas e ocorre em frente à residência de Netanyahu. Protestos semelhantes aconteceram em outras semanas.

Os participantes estão insatisfeitos com a forma como Netanyahu conduziu o combate à pandemia da Covid-19 em Israel e pedem a renúncia dele do cargo. O país tem 9 milhões de habitantes e registrou 152.525 casos confirmados e 1.101 mortes pela doença, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

Benjamin Netanyahu, premiê de Israel, coloca máscara durante entrevista coletiva nesta terça-feira (8) — Foto: Alex Kolomiensky/Pool/AFP

Israel está em recessão por causa da pandemia e a taxa de desemprego está acima de 20%. O primeiro-ministro ainda aguarda julgamento por corrupção e também é suspeito por fraude e suborno.

Uma pesquisa publicada em agosto revelou que 61% dos israelenses não confiam em Netanyahu para gerenciar essa crise do novo coronavírus.

Protestos em Jerusalém contra o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu neste sábado (12) — Foto: Corinna Kern/Reuters

Protesto em Israel reúne manifestantes contra primeiro-ministro do país — Foto: Menahem Kahana / AFP

Israelenses vão às ruas com críticas à condução de primeiro-ministro durante a pandemia da Covid-19 — Foto: Menahem Kahana / AFP

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE