Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Parrerito, do Trio Parada Dura, tem melhora em exame do pulmão, mas segue internado com coronavírus em Belo Horizonte

Músico foi hospitalizado com Covid-19 no dia 29 de agosto. Artista tem 67 anos e é diabético.

 

O cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, apresentou melhora no raio-x do pulmão, como informou a assessoria do grupo nesta segunda-feira (7). Ele testou positivo para coronavírus e está internado desde sábado (29), em Belo Horizonte.

Na segunda-feira (31), Eduardo Borges teve um mal súbito e precisou ser levado para a UTI do Hospital Unimed, com 50% do pulmão comprometido. O artista tem 67 anos e é diabético.

Os testes feitos nesta manhã não mostraram alteração nos exames bioquímicos e radiológicos de Parrerito, nem sinal de infecção bacteriana. O estado de saúde dele é considerado estável e não há previsão de alta.

"A sedação permanece baixa e a utilização da ventilação mecânica está com parâmetros mínimos de oxigênio. Os próximos dias são fundamentais para a tentativa de retirada total do respirador mecânico", disse a assessoria em comunicado à imprensa.

Sertanejo segue internado por causa da Covid-19

Sertanejo segue internado por causa da Covid-19

Na noite deste sábado (5), ele teve uma instabilidade na pressão arterial e a assessoria definiu o momento como o “mais crítico da doença”. Por conta disso, foi necessário suspender a retirada gradual do respirador que havia sido iniciada. Nesta segunda, a pressão foi estabilizada.

Atualmente, o Trio Parada Dura é formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. A equipe e os familiares pedem que os fãs "continuem em prece e em pensamento positivo" para a recuperação do cantor.

Xonadão agradece fãs

Xonadão agradece orações de fãs do Trio Parada Dura e diz estar confiante na recuperação d

Xonadão agradece orações de fãs do Trio Parada Dura e diz estar confiante na recuperação d

“Eu estou muito confiante porque, desde que o Parrerito foi para o quadro de intubação, ele nunca piorou. Só ficou estável, apresentando melhoras. Se Deus quiser, ele sai dessa”, disse o músico Xonadão ao G1, na última sexta-feira (4).

Xonadão também agradeceu aos fãs que estão fazendo orações pela saúde de Parrerito. O músico contou que a última vez em que esteve com o cantor foi em 16 de agosto, quando participaram de uma live com o sertanejo Marrone.

“No sábado à tarde, ele já ligou apavorado, tossindo demais”, afirmou. No mesmo dia, Parrerito foi internado.

Segundo Xonadão, ele e Creone testaram negativo para a Covid-19. Segundo a assessoria do grupo, a mulher de Parrerito também foi diagnosticada com coronavírus. Ela está bem e se recupera em casa.

Trio Parada Dura

Atual formação do Trio Parada Dura — Foto: Trio Parada Dura/Divulgação

Parrerito entrou para o Trio Parada no lugar do irmão Barrerito, que sofreu um acidente aéreo na década de 1980, ficou paraplégico, e decidiu seguir carreira solo.

O fundador do grupo e último representante da formação original, Carlos Alberto Mangabinha Ribeiro, conhecido como Mangabinha, morreu em 2015 depois de ter um acidente vascular cerebral.

O Trio Parada Dura foi criado em 1971 e teve diversas formações ao longo da história. “Fuscão Preto", “Telefone Mudo” e "As Andorinhas" estão entre as músicas de maior sucesso gravadas pelo grupo.

Parrerito nasceu em São Fidélis (RJ), mas construiu a carreira, com o Trio Parada Dura, em Minas Gerais. Hoje ele mora em Contagem, na Região Metropolitana de BH.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE