Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Corpo da cantora Cleide Moraes é levado em carro dos bombeiros para o sepultamento, em Belém

A cantora, conhecida como a rainha da saudade, morreu no domingo 26 em um acidente de trânsito na PA-319, a estrada de acesso a Mosqueiro.

 

O corpo da cantora Cleide Moares saiu em carreata pelas ruas de Belém na manhã desta terça-feira (28), depois do velório na escola de samba Rancho Não Posso me Amofiná, no bairro do Jurunas. Um carro dos bombeiros conduziu o corpo até o cemitério São Jorge, na Marambaia, para o sepultamento.

A cantora, conhecida como a rainha da saudade, morreu no último domingo (26) em um acidente de trânsito na PA-319, a estrada de acesso a Mosqueiro. O carro em que ela estava foi atingido por um outro que trafegava em alta velocidade, no sentido contrário.

O motorista que teria provocado o acidente prestou depoimento na delegacia de Benevides e deve ser indiciado por homicídio doloso, quando há a intenção de matar por ter ingerido bebida alcoólica antes de dirigir.

Paraenses se despedem da 'Rainha da saudade', Cleide Moraes

Paraenses se despedem da 'Rainha da saudade', Cleide Moraes

Acidente

Cleide Moraes voltava de um show no distrito de Icoaraci, e estava a caminho de Mosqueiro quando teve o veículo atingido por um carro de passeio. A cantora não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O músico Miguel Marques, que estava no carro com Cleide, foi levado para o Hospital Metropolitano e recebeu alta na manhã de segunda (27). O corpo de Cleide Moraes foi levado durante a madrugada ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por necropsia e foi liberado durante a manhã para familiares.

Repercussão

Políticos paraenses, como o governador do estado, Helder Barbalho (MDB); e prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB); além de artistas, usaram as redes sociais para homenageá-la. A cantora Roberta Miranda publicou, nas redes sociais, um vídeo onde ela e Cleide cantam juntas no palco.

"Cleide Moraes era inigualável com sua voz e alegria. Levou seu brilho para o céu e seguirá sendo nossa eterna 'Rainha da Saudade'. Que Deus possa confortar a dor dos familiares e amigos neste momento", escreveu Helder Barbalho em uma rede social.

"Estamos todos profundamente tristes com a notícia do falecimento da grande cantora Cleide Moraes. Uma enorme perda para a cena cultural de Belém. Aos familiares, amigos e aos fãs desta grande artista, minha irrestrita solidariedade. Que Deus a receba na luz!", escreveu Zenaldo Coutinho.

A Secretaria de Cultura do Pará (Secult) também emitiu nota lamentando a morte de Cleide Morais.

"Cleide era uma artista muito querida, generosa e batalhadora que, com sua voz marcante embalou gerações de casais e fãs apaixonados pelo brega e pelos boleros que marcaram época. Neste momento de dor, a Secult se solidariza com familiares e amigos, reiterando os votos de pesar pela grande perda da 'Rainha da Saudade'".

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE