Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Ocupação de áreas no entorno de serras em Santarém é tema de reunião na Semma

Durante o encontro foi levantada a possibilidade de instalação da 1ª CIPamb na Apa Serra do Saubal, onde funcionavam as antigas instalações da Embratel.

 

Em busca de uma solução para problemas decorrentes da ocupação de áreas no entorno das serras de Santarém, oeste do Pará, por habitações, representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Associação Comercial de Santarém (Aces) e 1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (1ª CIPamb) estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (23).

O presidente da Aces, engenheiro civil Roberto Branco destacou a potencialidade socioambiental das serras conservadas como parte da estrutura urbanística da cidade. Para ele, as distâncias a partir dos pés dos morros, devem ser rigorosamente estabelecidas em lei, evitando o avanço do imobiliário e conservando os locais.

"Vamos tomar como exemplo Florianópolis (SC), que evitou o surgimento de morros bem como o Rio de Janeiro (RJ). Então, Florianópolis fez uma cota limite para a ocupação no entorno", ressaltou o engenheiro.

Durante o encontro foi levantada a possibilidade de instalação das dependências da 1ª CIPamb na Apa Serra do Saubal, onde funcionavam as antigas instalações da Embratel.

"A proposta deve valorizar a APA, respeitando ainda mais o local, trazendo sensação de maior segurança aos moradores e podendo servir como espaço turístico e lazer de referência", pontuou a comandante Izabel Cristina Cardoso.

Segundo a secretária de Meio Ambiente, Vânia Portela, tendo em vista o avanço das áreas antropizadas sobre as serras do município, essa primeira reunião buscou iniciar um diálogo com os outros órgãos.

"Avaliaremos a possibilidade de construir um projeto de lei, a ser encaminhado à Câmara de Vereadores de Santarém, para se ter demarcações específicas e, inclusive, instalando pontos físicos alertando à população a respeito dos limites no entorno das serras. Claro, teremos por base o que já determina a legislação ambiental nas três esferas do poder público", disse Vânia Portela.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE