Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

No Vaticano, promotores apreendem documentos da Basílica de São Pedro

A ação foi motivada por uma auditoria sobre as compras feitas pelo Vaticano. Há uma reforma administrativa na Santa Sé que busca centralizar os negócios.

 

Promotores do Vaticano ordenaram uma busca e apreensão de documentos e computadores nos escritórios administrativos na Basílica de São Pedro nesta terça-feira (30).

Isso indica que pode haver uma nova investigação das irregularidades financeiras da Santa Sé.

Papa Francisco nomeia mais duas mulheres para cargos no Vaticano

Papa Francisco nomeia mais duas mulheres para cargos no Vaticano

O Vaticano afirmou que o Papa Francisco também nomeou um comissário especial para gerenciar a basílica, reorganizar os escritórios, atualizar os estatutos para entrar em conformidade com as novas regras do Vaticano de contratação e para clarificar a administração.

  • Papa homenageia médicos italianos em sua primeira audiência de grupo no Vaticano

O Vaticano afirma que as decisões parte de um relatório do auditor geral.

Foi com base nesse relatório que os promotores determinaram a busca e apreensão nos escritórios que gerenciam a basílica.

Não foram dados detalhes sobre o que o auditor encontrou ou quais os problemas específicos ele afirmou que precisam ser resolvidos. O comissário, o bispo Mario Giordana, já havia pedido uma investigação sobre irregularidades financeiras no coral da Capela Sistina, que forçou o maestro a se aposentar mais cedo.

Em uma declaração, o Vaticano afirmou que a nomeação de Giordana segue novos parâmetros estabelecidos pelo Papa para centralizar em um só escritório todas as contratações --é uma tentativa de diminuir os desperdícios, acabar com a corrupção e atualizar o gerenciamento financeiro do Vaticano.

No ano passado, os promotores do Vaticano fizeram uma outra investigação sobre uma compra de um prédio de luxo em Londres, feita pelo secretariado da Igreja. Havia indícios de que atravessadores levaram milhões de euros da Santa Sé. Não houve nenhum processo, mas um corretor foi preso e depois liberado.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE