Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Mais de 72 mil santarenos já foram vacinados contra H1N1; campanha segue até dia 30

De acordo com a Divisão de Vigilância em Saúde, Santarém já alcançou 87% da meta. Expectativa é que 90 a 95% da meta seja atingida até fim da campanha nacional.

 

Faltam cinco dias para o final da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e o município de Santarém, no oeste do Pará, já imunizou 72.140 pessoas contra a doença. Esse número representa 87% da meta, que é de vacinar 82.872 santarenos no período do dia 8 de março até o dia 30 de junho.

De acordo com a Divisão de Vigilância em Saúde (Divisa), a expectativa é que o município atinja entre 90 e 95% da meta até o fim do período da campanha. “Nossos agentes de saúde estão se mobilizando, claro, respeitando as restrições de saúde, para tentar levar o maior número de pessoas até as unidades de saúde. Estamos fazendo vacinações extras e acreditamos que vamos chegar neste número, em mais de 90%”, explicou o coordenador da Divisa, João Alberto Pereira Coelho.

A vacinação contra a gripe H1N1, ou influenza, tem sido realizada em etapas que contemplam grupos de prioridade. São 15 grupos, entre crianças, idosos, indígenas, profissionais de saúde, entre outros, além de pacientes com doenças crônicas e outros tipos de comorbidades, que também precisam se vacinar.

O município tem conseguido imunizar a maioria dessas prioridades. Apenas os índices de gestantes e puérperas têm ficado abaixo, apenas 26,66% e 33,75%, respectivamente. A Divisa espera que esses dois grupos busquem a imunização nos últimos dias de campanha.

“Estamos tentado buscar estratégias, motivar as enfermeiras das unidades, para convocar principalmente as puérperas e as gestantes. São grupos que estamos com menos de 50% e que precisam nessa reta final aumentar, para conseguirmos alcançar essa meta”, avaliou Coelho.

As unidades básicas de saúde de Santarém seguem com estoque de vacinas contra a influenza e realizam a vacinação até o fim do período de campanha – ou até quando durar o estoque. A vacina para H1N1 é dada em dose única, anualmente. Apenas na primeira vacinação, as crianças maiores de seis meses devem tomar duas doses, uma um mês depois da primeira.

A influenza é uma infecção que pode se apresentar com gravidade, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. A hospitalização e a morte ocorrem principalmente entre os grupos de alto risco.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE