Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Agentes de segurança de Trump são afastados após contato com pessoas com Covid-19 em ato de campanha, diz jornal

Ao menos oito pessoas que trabalharam na organização do evento na semana passada ficaram infectados. Agentes do Serviço Secreto que estiveram em contato com essas pessoas estão isolados.

 

Dúzias de funcionários do Serviço Secreto, o órgão de segurança dos presidentes dos Estados Unidos, foram ordenados a ficar em quarentena, completamente isolados, depois que dois deles foram infectados pelo coronavírus depois de trabalhar em um evento eleitoral de Donald Trump na cidade de Tulsa, no dia 20.

  • Biden aparece 14 pontos à frente de Trump em pesquisa nacional sobre eleições dos EUA

Donald Trump chega a Tulsa para primeiro comício após início da pandemia do coronavírus — Foto: Evan Vucci/AP

A notícia foi publicada pelo jornal "The Washington Post".

Trump faz novo comício, apesar de aumento de casos de Covid-19

Trump faz novo comício, apesar de aumento de casos de Covid-19

Ao menos seis pessoas da equipe que trabalharam na organização das viagens ao evento ficaram doentes. Duas delas eram agentes do Serviço Secreto.

Outras duas pessoas foram diagnosticadas após a volta de Trump para Washington, no sábado.

Ainda não se sabe em que extensão o comício de Trump impactou a pandemia de Covid-19 na cidade de Tulsa. A região registrou um novo recorde de infecções da quarta-feira, com 259 casos.

Os porta-vozes do Serviço Secreto não revelaram quantos funcionários foram submetidos a testes e nem quantos estão em isolamento completo após terem sido expostos.

O evento em Tulsa não comprometeu a capacidade de eles fazerem seu trabalho, de acordo com um comunicado assinado por Catherine Milhoan.

Ela afirma que o Serviço Secreto não vai revelar o número de agentes infectados para proteger a identidade dos funcionários.

Representantes da Casa Branca afirmam que Trump não se arrepende do evento político porque todos observaram as medidas de precaução.

Trump soube que havias seis funcionários da organização infectados pouco antes de subir ao palco.

Os dois agentes do Serviço Secreto que foram infectados não estavam nesse momento no local, mas eles haviam feito reuniões com pessoas da organização em dias anteriores.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agroindústria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE