Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Novo filme de Woody Allen abrirá o Festival de San Sebastián, que acontece em setembro

Comédia romântica do diretor gira em torno do Festival de Cinema realizado na cidade espanhola. Apesar dos temores provocados pelo coronavírus, a organização do evento segue com preparativos.

 

O novo filme de Woody Allen, "Rifkin's Festival", vai abrir em 18 de setembro o Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, anunciaram os organizadores do evento.

O longa-metragem, produzido pela espanhola Mediapro Studio, além da Gravier Productions e Wildside, foi rodado no verão de 2019 em San Sebastián e outras localidades próximas.

O filme mostra um casal americano que comparece ao Festival de San Sebastián e se apaixona pela cidade.

Escrito e dirigido por Woody Allen, "Rifkin's Festival" tem no elenco os espanhóis Elena Anaya e Sergi López, o francês Louis Garrel, a americana Gina Gershon e o austríaco Christoph Waltz.

?#68SSIFF INAUGURACIÓN | INAUGURAZIOA | OPENING ??El estreno mundial de ‘Rifkin’s Festival’, la nueva película de Woody Allen, inaugurará el #68SSIFF ??La comedia romántica, rodada en la capital guipuzcoana, está protagonizada por Elena Anaya, Louis Garrel, Gina Gershon, Sergi López, Wallace Shawn y Christoph Waltz ??https://cutt.ly/yidDLJj ----------------------- ??'Rifkin’s Festival' Woody Allenen film berriaren munduko estreinaldiak emango dio hasiera Donostia Zinemaldiaren 68. edizioari ??Gipuzkoan filmatu zen komedia erromantiko hori, Elena Anaya, Louis Garrel, Gina Gershon, Sergi López, Wallace Shawn eta Christoph Waltz aktoreekin ?? https://cutt.ly/3idD9km ------------------------ ??The world premiere of ‘Rifkin’s Festival’, Woody Allen’s new film, will open the #68SSIFF ?? The romantic comedy, shot in San Sebastian, stars Elena Anaya, Louis Garrel, Gina Gershon, Sergi López, Wallace Shawn and Christoph Waltz ?? https://cutt.ly/OidFuZi

O filme será exibido fora da mostra competitiva do festival, que acontecerá de 18 a 26 de setembro.

Apesar dos temores provocados pelo coronavírus, a organização do evento segue adiante com os preparativos.

Esta será a segunda vez que Allen será responsável por inaugurar o Festival de San Sebastián, depois de exibir na abertura da edição de 2004 o longa-metragem "Melinda e Melinda". Naquele ano, ele recebeu o prêmio Donostia em reconhecimento por sua carreira.

A estreia terá um grande valor para o cineasta, que após décadas lançando um filme por ano, viu sua carreira interrompida nos últimos anos em consequência do movimento "MeToo".

O diretor de 84 anos perdeu prestígio nos Estados Unidos pelas acusações renovadas de sua filha adotiva, Dylan Farrow, que afirma que Woody Allen abusou sexualmente dela em 1992, quando tinha 7 anos.

O diretor sempre negou a acusação. Ele não foi indiciado ou julgado em nenhum momento.

Apesar disso, o dano a sua reputação fez com que seu filme anterior, "Um Dia de Chuva em Nova York"), não fosse exibido nos Estados Unidos. O longa-metragem foi lançado em vários países europeus, assim como na Argentina e Brasil.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE