Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Defensoria Pública da União ajuda paraenses que tiveram pedido de auxílio emergencial negado

Ao todo, mais de 450 paraenses já recorreram ao novo sistema da DPU para ter acesso ao benefício.

 

A Defensoria Pública da União lançou na última segunda-feira (22) um serviço para atender pessoas que tiveram o auxílio emergencial negado. Os processos serão cadastrados em sistema digital, o que deve agilizar a análise do auxílio. Segundo a DPU, mais de 450 paraenses já recorreram ao novo sistema.

O órgão afirma que no novo sistema o benefício é analisado pelo Ministério da Cidadania. Ainda de acordo com a DPU, o auxílio é avaliado a partir de 48h após o pedido de revisão, feito pelo defensor público. Para os pedidos serem encaminhados pelo defensor para o novo sistema, os beneficiários devem entregar a documentação solicitada. Recursos em andamento continuam valendo.

Paraenses que precisaram recorrer à Defensoria para conseguir o deferimento do cadastro do auxílio emergencial podem procurar as unidades localizadas em Belém, Altamira e Santarém. Para mais informações e soluções de dúvidas, a DPU disponibilizou o contato (91) 99809-0026.

Em todo o país, 41 milhões de brasileiros foram considerados inelegíveis para conseguir a ajuda do governo federal. Segundo a Caixa Econômica, no Pará, já foram pagos R$4,6 bilhões a beneficiários.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE