Agricultura

Agricultura

Fechar
PUBLICIDADE

Agricultura

Cientistas desenvolvem arroz enriquecido com carotenóide.

 
 -   /
/ /

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, relataram o uso de CRISPR-Cas9 para a inserção direcionada, sem marcador, de um cassete de biossíntese de carotenóides em dois locais no genoma do arroz. A inserção direcionada do transgene em locais escolhidos no genoma da planta é uma opção favorável ao aprimoramento da planta, em vez de inserções aleatórias usando métodos convencionais.

Esse estudo se destaca porque a maioria dos casos de inserção gênica direcionada em plantas dependia da presença de um gene marcador selecionável no cassete de inserção que ocorria em baixa frequência com fragmentos de DNA relativamente pequenos. Assim, os pesquisadores usaram o CRISPR-Cas9 otimizado para inserir um cassete grande para aumentar o conteúdo de carotenóides em plantas de arroz sem marcador, sem afetar as características físicas e o rendimento da planta.

“O CRISPR-Cas é de longe a plataforma de edição de genoma mais amplamente utilizada devido à sua eficácia, versatilidade e simplicidade. O sistema CRISPR-Cas geralmente consiste em uma nuclease específica da sequência, como Cas9, e um RNA guia (gRNA), que medeia o reconhecimento de uma sequência alvo e a clivagem nesse local pela nuclease”, diz o estudo.

O sequenciamento de genoma inteiro revelou a ausência de mutações fora do alvo por Cas9 nas plantas manipuladas. Assim, o estudo fornece evidências sobre o potencial da inserção direcionada de genes de DNA livre de marcadores no arroz usando a edição de genes, o que poderia ser um meio de melhorar geneticamente o arroz e outras culturas.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE