Agricultura

Agricultura

Fechar
PUBLICIDADE

Agricultura

Agro faz MT crescer até 10x mais do que a média.

 
 -   /
/ /

O Agronegócio, mais precisamente a produção de grãos, está fazendo com que algumas cidades do estado do Mato Grosso, como Sorriso, Lucas do Rio Verde e Sinop, cresçam até dez vezes a mais do que a média nacional, segundo informações divulgadas pela Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). Apenas em 2019, Sorriso, Sinop e Lucas cresceram cerca de 10%, segundo os governos locais, enquanto o Brasil avançou 1,1% nos cálculos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  

“Essa expansão, num ritmo que a China tem saudade, deverá continuar em 2020, apesar das turbulências. Juntas, essas cidades tiveram PIB de mais de R$ 13 bilhões em 2017, e sua renda per capita superou a média do país. Crescente, a produção de soja do trio, o carro-chefe da bonança, representa pouco mais de 10% da colheita de Mato Grosso, que lidera a produção de grãos do país – maior exportador de soja do mundo, e segundo maior no caso do milho”, afirma a SNA. 

A chamada capital nacional do agronegócio, Sorriso, colheu mais de dois milhões de toneladas de soja neste ciclo 2019/20, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e teve uma arrecadação que cresceu 13% em 2019. “Quase dois terços da receita da Prefeitura, R$ 140 milhões, são gerados direta ou indiretamente pelo campo, mesmo com isenções para as exportações, defendidas pelo executivo local. Os empregos também estão em alta: nos últimos três anos, 4.500 vagas foram criadas na cidade”, completa. 

Na vizinha Lucas do Rio Verde, que passou a ser conhecida como capital da agroindústria depois da instalação na cidade da maior unidade da BRF no país, vantagens e problemas existem. “Não vendemos ilusão para ninguém. Tem que vir com estrutura para investimento e para trabalhar, com curso superior, no mínimo”, disse o Secretário de Agricultura, Márcio Albieri. 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Agricultura

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE