Agricultura

Agricultura

Fechar
PUBLICIDADE

Agricultura

Sorgo pode ser seguro para celíacos.

 
 -   /
/ /

Há evidências bioquímicas novas e sólidas que mostram que o sorgo para cereais é um alimento seguro para pessoas com doença celíaca, que devem evitar o trigo e outros grãos, informa a American Chemical Society. Ela realizou um estudo que inclui evidências moleculares de que o sorgo carece de proteínas tóxicas para pessoas com doença celíaca. 

Paola Pontieri e seus colegas explicam que essas proteínas do glúten, presentes no trigo e na cevada, desencadeiam uma reação imune em pessoas com doença celíaca que pode causar dor e desconforto abdominal, constipação, diarreia e outros sintomas. O único tratamento é evitar o glúten por toda a vida.  

O sorgo, eles apontam, tornou-se um grão alternativo para pessoas com doença celíaca. Nos países ocidentais, o sorgo é tradicionalmente um alimento para animais. Mas na África e na Índia, há muito tempo é um alimento para as pessoas. Recentemente, os agricultores americanos começaram a produzir híbridos de sorgo de grão branco, conhecidos como sorgo "de qualidade alimentar". 

Eles descrevem a evidência de uma análise do genoma do sorgo publicada recentemente, o conjunto completo de genes na planta e outras fontes que verificam a ausência de proteínas de glúten. Os autores também relatam que o sorgo tem um alto valor nutricional. "O sorgo de qualidade alimentar deve ser considerado uma opção importante para todas as pessoas, especialmente os celíacos", concluiu o relatório. 

“Os estudos imunoquímicos e o desafio in vitro e in vivo de produtos alimentares de sorgo sem trigo corroboram essa conclusão, embora ainda não existam testes moleculares. O objetivo do presente estudo foi fornecer evidências bioquímicas e genéticas de que o sorgo é seguro para pacientes celíacos”, diz o relatório. 

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE