Energias Renováveis

Energias Renováveis

Fechar
PUBLICIDADE

Energias Renováveis

Árvores fixadoras de nitrogênio fazem floresta crescer.

 
 -   /
/ /

As árvores que fixam o nitrogênio ajudam as florestas tropicais a crescerem mais rápido e armazenam mais carbono, segundo uma nova pesquisa publicada na  Nature Communications. Pesquisas que utilizaram dados de florestas tropicais no Panamá podem orientar o trabalho de reflorestamento tropical para otimizar a absorção de carbono. 

As florestas tropicais são aliadas na luta contra as mudanças climáticas. As árvores em crescimento absorvem as emissões de carbono e as armazenam como biomassa lenhosa. Como resultado, o reflorestamento de terras antes desmatadas para exploração madeireira, mineração e agricultura é considerado uma ferramenta poderosa para bloquear grandes quantidades de emissões de carbono nos trópicos da América do Sul. 

O estudo modelou como a mistura de espécies de árvores que crescem em uma floresta tropical após uma perturbação, como a exploração madeireira, pode afetar a capacidade da floresta de sequestrar carbono. A equipe descobriu que a presença de árvores que fixam nitrogênio pode dobrar a quantidade de carbono que uma floresta armazena em seus primeiros 30 anos de regeneração. Na maturidade, as florestas com fixação de nitrogênio capturaram 10% mais carbono do que as florestas que não capturam. 

Sarah Batterman, pesquisadora do Instituto Cary de Estudos sobre Ecossistemas e coautora do artigo, explica que os pesquisadores “querem usar este trabalho para orientar o reflorestamento tropical para otimizar a absorção e resistência de carbono. Isso requer a compreensão de qual mistura de árvores é necessária para maximizar o tempo de armazenamento de carbono a longo prazo e, ao mesmo tempo, apoiar as condições climáticas futuras. Nossas descobertas sugerem que as árvores que fixam nitrogênio são um ingrediente chave na receita de reflorestamento”. 

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE