Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

CNA e SFB discutem tecnologias para análise de dados do CAR.

 
 -   /
/ /

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, reuniu-se com o diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Valdir Colatto, para discutir formas de aprimorar a análise dos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Na reunião, realizada na quarta (22), em Brasília, foi apresentada a proposta de análise dinamizada do CAR que deverá ser levada pelo SFB para a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em 90 dias.

A ideia é utilizar tecnologia de ponta e fazer a “robotização” do processo para verificar os dados de 6,4 milhões de propriedades em todo o País. As informações foram declaradas pelos proprietários e agora precisam ser confirmadas como Área de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal, por exemplo.

“O objetivo é apresentar uma proposta que venha ajustar as propriedades em dois pontos: produção e meio ambiente. Com isso, começaremos a implantar definitivamente a análise do CAR para cumprir com o Plano de Regularização Ambiental que o Código Florestal Brasileiro determina”, disse Valdir Colatto.

O presidente da CNA, João Martins, afirmou que a entidade está disposta a contribuir para que o processo seja acelerado. A Confederação e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) também deverão disponibilizar apoio técnico para a elaboração da proposta definitiva. “Estamos dispostos a buscar uma solução o mais rápido possível”, afirmou João Martins.

O encontro também contou com a presença dos vice-presidentes da CNA José Zeferino Pedrozo e Muni Lourenço, além do diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, do superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, da superintendente técnica adjunta da CNA, Natália Fernandes, do coordenador de Sustentabilidade da CNA, Nelson Ananias Filho, e da consultora da CNA, Monika Bergamaschi.
 

 

 

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE