Agricultura

Agricultura

Fechar
PUBLICIDADE

Agricultura

Veja 5 dicas para garantir um plantio eficiente da soja.

 
 -   /
/ /

Já parou para pensar quanto a melhoria no processo de plantio da soja poderia alavancar de maneira efetiva a produtividade? Segundo a empresa Precision Planting, especializada em sistemas para gerenciamento de informações, o potencial incremento pode exceder meia tonelada por hectare.

A empresa também chama a atenção do produtor rural com relação ao conceito de plantabilidade, ou a identificação de problemas logo no início do plantio, para um resultado melhor de produtividade no final do cultivo.

“No plantio, a execução eficiente da plantadeira é fundamental para que a semente, ao entrar em contato com o solo, seja capaz de aproveitar os recursos disponíveis da melhor forma para uma germinação plena e posterior emergência da planta”, afirma o gerente de marketing da empresa, Giancarlo Rocco.

Para ajudar nesta tarefa de identificar possíveis problemas e promover uma melhoria do desempenho das plantadeiras e, consequentemente, uma melhor plantabilidade, Rocco destacou algumas dicas que devem ser observadas antes de colocar as máquinas no campo:

Presença de resíduos no solo que, junto às sementes, atrapalham a absorção da umidade, pois envelopam a semente e impedem que ela absorva a quantidade necessária de água. A semente acaba se desenvolvendo com atraso em relação às sementes ao redor, germina de forma tardia e não oferece uniformidade à lavoura.

A população ideal por zona de plantio é fundamental, pois a proximidade entre duas sementes, ou até mesmo a presença de sementes duplas, faz com que elas dividam os recursos disponíveis (luz, água, nutrientes da terra, espaço para raízes). Tal fato prejudica o seu crescimento e desenvolvimento individual, impactando a produtividade da lavoura causando ainda, alterações nos tamanhos das plantas, além de dificultar o manejo de defensivos agrícolas impedindo que o químico atinja a praga alvo.

Lavouras com falhas na distribuição de sementes têm espaçamentos não padronizados isto pode promover plantas que se desenvolvam mais que outras em um mesmo espaço, impactando em competição por luz solar e umidade do solo.

A variação da profundidade das sementes ao serem colocadas no sulco pode causar uma emergência desuniforme, levando a perdas de 50 a 80% na produtividade potencial.

Alterações na pressão da plantadeira no solo também podem causar problemas. Pouca pressão das rodas pode ocasionar falta de contato solo-semente, fundamental para germinação, enquanto muita força pode causar compactação do solo e criar bloqueios para germinação, pois cria-se um ambiente que dificulta ou até impede o desenvolvimento da raiz.

“Esses problemas são comuns quando o processo do plantio não é monitorado e não há como evitar as perdas causadas por essas falhas iniciais. “O produtor costuma investir em uma boa plantadeira, no entanto, mas não imagina que pode elevar a produtividade evitando erros na semeadura”, conta Rocco.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE