Artigos

Artigos

Fechar
PUBLICIDADE

Artigos

Pegada Hídrica: o que é, conceitos e curiosodades.

 
 -   /
/ /

Com o grande crescimento da população mundial, não é de hoje que se fala dos diferentes impactos ambientais no planeta. O uso exagerado dos recursos hídricos é um assunto que vem sendo muito discutido na tentativa de diminuir o consumo da água usada tanto nas atividades do dia-a-dia, como para beber, cozinhar e lavar, quanto na produção de alimentos, papel, roupas, etc.

Segundo a Water FootPrint, uma organização sem fins lucrativos que promove estudos sobre o consumo dos recursos hídricos, para se produzir um quilo de carne bovina, por exemplo, é preciso cerca de 15 mil litros de água (93% verde, azul 4%, 3% cinza da pegada hídrica), já para produzir um quilo de açúcar são necessários 1.500 litros de água.

O QUE É PEGADA HÍDRICA

A pegada hídrica é um prenúncio de gestão dos recursos hídricos que mede o volume total de água doce (própria para ingerir) utilizada no consumo do ser humano e na produção agrícola e industrial.

Essa ferramenta permite entender o grau de necessidade da água ao longo de toda cadeia produtiva e ajuda as iniciativas públicas e privadas, bem como a sociedade, a mensurar o quanto ela contribui com a escassez da água e com a deteorização ambiental nas bacias hidrográficas no planeta inteiro.

Veja aqui tudo sobre Consumo Consciente.

TIPOS DE ÁGUA DA PEGADA HÍDRICA

Existem três tipos de pegada hídrica; a azul, a verde e a cinza. Elas são classificadas de acordo com sua fonte de água, por exemplo:

Pegada hídrica azul: está associada à retirada de águas provenientes dos rios, reservatórios subterrâneos, corpos de água, e que são utilizadas para a produção de um bem.

Pegada hídrica verde: retrata a água oriunda das chuvas e que se concentra no solo. Essa água está relacionada essencialmente às plantas e é retirada via evaporação e transpiração.

Pegada hídrica cinza: refere-se ao volume necessário para diluir a poluição gerada durante o processo produtivo e que volta para o sistema na forma de efluentes.

EXIGÊNCIAS DA PEGADA HÍDRICA

Uma das propostas da pegada hídrica é estudar e compreender a água a partir da sua origem a fim de garantir a gestão eficiente desse recurso. Com isso, é fundamental a participação do poder público e privado na elaboração de leis e medidas preventivas que reforcem a utilização dos recursos hídricos da melhor forma e devolvê-los limpos para a natureza.

O papel do consumidor também é importante, principalmente adotando ações que visam adquirir informações sobre a procedência dos produtos que consomem, sua origem e seu meio de produção.

Assim, com o objetivo de tornar a população mais consciente quanto aos problemas relacionados à escassez da água, a Water FootPrint tem em andamento a criação de um projeto de lei que obrigue os fabricantes a divulgarem nas embalagens dos produtos a quantidade de água usada na sua produção.

Veja aqui tudo sobre Reuso de Água.

IMPORTÂNCIA DA PEGADA HÍDRICA

Quando consumimos e comercializamos produtos, estamos consumindo e comercializando toda a água que foi usada em seu processo produtivo. Um projeto de pesquisa realizado pela UNESCO visa mapear a pegada hídrica de 132 países e tornar tangível seu impacto no consumo de água doce. Esse projeto tem a finalidade de ilustrar que 86% da pegada hídrica total per capita se dá em razão da ingestão de alimentos e da produção agrícola.

De acordo com dados fornecidos pela Water FootPrint, mais de 2,7 bilhões de pessoas são afetadas pela escassez da água pelo menos um mês a cada ano. Ter conhecimento do volume que gastamos é fundamental para reduzir o uso irresponsável e o desperdício desse importante recurso, além de ajudar a promover a consciência ecológica e mudar concepções quanto a preservação ambiental.

CÁLCULO DA PEGADA

A fórmula da pegada hídrica de um nação se obtém através da soma volume de água usado para gerar, dentro e fora do país, todos os bens e serviços usufruídos pelos seus moradores. Mas essa fórmula também pode ser calculada em uma proporção individual, assim, para saber o tamanho da sua pegada hídrica, basta somar a quantidade de água necessária para produzir os bens e serviços consumidos por nós no dia-a-dia.

PEGADA HÍDRICA DOS ALIMENTOS

Todo alimento, seja ele de origem vegetal ou animal, necessita de água para ser produzido. A agricultura é um negócio extremamente sedento que responde, em média, por 70% do consumo mundial do recurso.

No geral, os alimentos de origem animal demandam uma maior quantidade de água, pois os animais, além de a ingerirem, ainda precisam consumir indiretamente a água que é usada para produzir seu alimento. É por isso que o ideal seria priorizar produtos que vêm da terra.

Existem alimentos onde a água nem sequer aparece no rótulo dos ingredientes, mas ela certamente esteve presente ao longo do processo produtivo. Um exemplo disso é o trigo cultivado para produzir farinha refinada (que gasta, em média, 1,8 mil litros de água por quilo) e que é a base para a produção de alimentos como o pão e o biscoito.

O chocolate é um dos alimentos que mais possuem pegada hídrica. Para cada quilo, são necessários aproximadamente 17 mil litros de água durante toda a cadeia, desde a produção do cacau. A carne bovina também possui um alto volume de pegada hídrica, cerca de 15 mil litros de água para cada quilo. Por outro lado, a batata necessita de apenas 290 litros por quilo e a banana consome por volta de 160 litros.

PEGADA HÍDRICA E ECOLOGIA

O conceito da pegada hídrica está muito ligado à ecologia e à sustentabilidade, uma vez que ela é capaz de monitorar os impactos ambientais de produção e de consumo do ser humano sobre o meio ambiente.

Uma das preocupações do indicador é expor o consumo direto (quando se usa da água para fazer uma ação) e, principalmente, o indireto (quando a água é “adquirida” indiretamente através do consumo de objetos, roupas, produtos alimentícios, etc). Esse último é um gasto que, muitas vezes, passa despercebido pelas pessoas por não ser evidente que, para produzir determinado produto, houve o uso de recursos hídricos em seu processo produtivo.

O consumo “oculto”, portanto, abre espaço para o gasto inconsequente e desnecessário de água doce, sendo a pegada hídrica um recurso que propõe alertar e conscientizar a população sobre esse fato. Assim, é possível oferecer opções para que o consumidor opte por adquirir produtos que apresentem o menor consumo de água e, consequentemente, estimular os fabricantes a reduzir sua pegada.

Para isso, é necessário que as empresas se preocupem em economizar recursos durante o processo produtivo e incentivar o surgimento de novas tecnologias capazes de permitir o reaproveitamento e o reuso. Individualmente, cada pessoa também pode diminuir sua pegada através do consumo sustentável da água e de produtos e serviços.

Revisado por Marcelo Pimentel

 

 

PUBLICIDADE

Mais Lidas em Artigos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE