Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Estudo do CESB demonstra potencial de crescimento da cultura de soja no Brasil

 
 -   /
/ /

Os próximos anos apresentam um cenário favorável para a soja no Brasil. Na próxima safra, de 2019/20, o País se consolidará como o principal exportador e produtor da oleaginosa no mundo, ultrapassando os Estados Unidos. Mas essa situação pode melhorar ainda mais para o sojicultor. Segundo dados coletados em um período de cinco anos pela Rede de Pesquisa do Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB), existe uma oportunidade tangível de ganho produtivo nos principais Estados produtores de soja. Isso porque nas áreas utilizadas nesse estudo, que estão espalhadas em nove Estados brasileiros, a média de produtividade foi 30,1% maior do que a registrada pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

A Rede de Pesquisa do CESB foi criada em 2014 e é composta por 18 instituições, entre elas fundações, universidades, consultores e centros de pesquisa, que avaliam hipóteses de como ganhar em produtividade, com práticas aliadas à sustentabilidade e rentabilidade, que são as principais premissas do Comitê. O objetivo da rede é identificar os fatores produtivos que estão associados com o aumento da produtividade da soja no Brasil.

Dentro de um período de cinco anos, os pesquisadores constataram que algumas práticas levaram os ambientes de produção a responder de forma positiva no quesito de aumento de produtividade de soja por unidade de área, fato comprovado pelos patamares médios de produtividade identificados serem maiores do que obtidos pela CONAB. Os estudos aconteceram nos Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Bahia, São Paulo e Minas Gerais, que são os principais produtores da oleaginosa no Brasil.

 

 

PUBLICIDADE

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE