Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

'''O Mal Não Espera a Noite - Midsommar''' é complemento de '''Hereditário''', diz diretor

É um conto de fadas para adultos , define Ari Aster. Suspense sobre casal em festival na Suécia chega aos cinemas brasileiros no dia 19 de setembro.

 

O diretor Ari Aster disse que seu novo filme "O mal não espera a noite" é como um complemento de seu anterior, "Hereditário".

"Ambos falam sobre famílias. Mas também é um conto de fadas para adultos", diz o cineasta, em vídeo divulgado pela produção do filme (veja o vídeo acima).

O suspense estreia no Brasil no dia 19 de setembro. Na história, um jovem casal americano vive um relacionamento prestes a terminar.

Depois de uma tragédia familiar os manter juntos, eles viajam para um festival de verão em uma vila sueca. Mas as férias ficam sinistras e perturbadoras.

"Escrevi 'O mal não espera a noite' como um filme surrealista. Eu quis construir um mundo saudável e exuberante, que no fim se torna um mundo podre."

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE