Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Rap vira rock; pop vira filme; pagode se recupera: as novidades da semana no G1 Ouviu

Discos de Post Malone e Melanie Martinez são destaques. Programa em VÍDEO e PODCAST também comenta faixas de Thiaguinho e Camila Cabello e Vitor Kley com Samuel Rosa.

 

A edição dessa semana do G1 Ouviu tem um disco fantasiado de filme e também lançamento de um futuro ex-rapper. Veja em vídeo acima e ouça em podcast abaixo.

  • Todos os programas em vídeo
  • Todos os programas em podcast

Post Malone - 'Allergic'

O rapper mais ouvido na era do streaming está cada vez menos rapper. O terceiro álbum do Post Malone é dominado pelo indie rock romântico.

É indicado para fãs do rock dos anos 2000, de Strokes ou bandas sub-Strokes. E tem até música com Ozzy Osbourne. Leia a resenha completa do disco 'Hollywood's bleeing'.

Melanie Martinez - "Wheels on the bus"

O segundo disco da cantora americana é também um longa-metragem - foi lançado em formato de vídeo, com todas as músicas como trilha. A aventura se passa numa distopia colegial colorida.

Ela acorda em um mundo encantado e pega um ônibus escolar para o que chama de "inferno". Lá, meninos têm que usar azul e meninas, rosa. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Ela mesma já tinha falado com o G1 que o disco ia ser sobre se curar através da música. Melanie força a mão em metáforas óbvias, mas tem boas intenções e vai por um caminho criativo.

Vitor Kley e Samuel Rosa - ‘A tal canção pra lua’

É música é um encontro de duas gerações de reis de rodinhas de violão. O pop praiano do Vitor Kley, gaúcho de 25 anos, dá liga com as baladas mineiras do Skank, banda do Samuel, de 53. Há uma herança musical.

Quem junta as gerações é Rick Bonadio, o produtor que viveu os anos 90 e 2000, de Mamonas a Rouge e NX Zero. Ele continua ativo, trabalhando com o Vitor Kley e outros.

A faixa estreia um projeto do Bonadio chamado Microfonado: um encontro acústico no estúdio com faixas inéditas. É um Acústico MTV para a era dos singles em streaming e dos "feats".

Thiaguinho - 'A fila anda'

Thiago André Barbosa resolveu voltar ao pagode R&B nesta música do projeto “Vibe”. O Thiaguinho parecia meio perdido, compondo cada menos. Mas essa tem a assinatura dele, é Thiaguinho raiz.

Após o Exalta, ele tinha algo para provar. Então escreveu na sequência “Fugidinha”, “Sou o cara pra você”, “Ousadia e Alegria”, “Caraca Muleque”. Era um estilo R&B, com um jeito de cantar com jeito de dividido meio rapidinho.

Depois ficou preso na rotina de shows e passou a compor menos. Acabou virando mais celebridade da mídia do que cantor compositor. Mas agora parece que está de volta cantando esse bom pagodinho R&B.

Camila Cabello - 'Shameless'

Essa é uma das músicas que Camila revelou de "Romance", seu futuro segundo disco . A outra é "Liar".

Aqui ela explora o máximo da sua voz rouca. E mostra sua paixão latina, mas sem os clichês de "Señorita", single anterior que era quase uma caricatura da cantora de "Havana".

É latina, mas de outro jeito. A música é pura culpa cristã. O clipe tem ela se confessando com um padre e caindo em tentação ao mesmo tempo. E principal: sua voz potente que leva a música a um transe. "Romance" promete.

 

 

PUBLICIDADE

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE