Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Em Belém, ‘Grito dos excluídos’ protesta contra queimadas na Amazônia e cortes nas universidades federais

Assim como em anos anteriores, a manifestação foi realizada no dia da Independência do Brasil. Manifestantes também protestaram contra o projeto ''Future-se'', do Governo Federal.

 
 -   /
/ /

Estudantes, professores e ativistas de movimentos sociais participaram na manhã deste sábado (7) da 25ª edição do Grito dos Excluídos, em Belém. Assim como em anos anteriores, a manifestação foi realizada no dia da Independência do Brasil. Com o tema "Esse sistema não vale! Pela defesa da vida: serás libertado pelo direito e pela justiça", os manifestantes protestaram contra as queimadas na Amazônia e o projeto "Future-se", do Governo Federal.

A concentração foi cedo na no Mercado de São Brás. Com faixas e cartazes, os manifestantes saíram por volta das 10h em caminhada pela contramão na avenida Nazaré em direção à avenida Presidente Vargas, onde ocorre o desfile militar. O trânsito na região foi interditado para a passagem dos manifestantes.

Durante o protesto, os manifestantes estavam trajando preto. A cor foi escolhida como oposição ao Governo Federal. O presidente Jair Bolsonaro deu uma declaração pedindo para que as pessoas usassem verde e amarelo durante os desfiles militares.

 

 

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE