Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Irmão do premiê britânico deixa o governo e o parlamento

Deputado Jo Johnson afirmou estar dividido entre a família e o interesse nacional .

 
 -   /
/ /

O irmão mais novo do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou nesta quinta-feira (5) ao cargo de deputado e ao de ministro de estado para as Universidades e a Ciência. Jo Johnson afirmou estar "dividido entre a família e o interesse nacional".

"Nas últimas semanas estive dividido entre a lealdade familiar e o interesse nacional - é uma tensão irresolúvel e o momento para que outros assumam minhas funções como membro do Parlamento e ministro", anunciou no Twitter.

Jo Johnson também pediu demissão do governo de Theresa May, reclamando um segundo referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Impasse sobre o Brexit

A renúncia acontece um dia depois de a Câmara dos Comuns aprovar uma lei que tenta impedir que o Brexit ocorra sem acordo e rejeitar o pedido de novas eleições feito por Boris Johnson. O resultado – 327 votos a favor e 299 contra. O premiê defende a saída do Reino Unido da União Europeia até a data limite de 31 de outubro, com ou sem acordo com o bloco.

Em uma tentativa de reduzir as chances dos parlamentares impedirem a concretização do Brexit, Boris Johnson suspendeu, com a aprovação da rainha Elizabeth II, as sessões do Parlamento a partir da semana que vem até 14 de outubro.

A medida, embora prevista na legislação local, foi acusada de autoritária pela oposição e foi desaprovada, inclusive por membros do Partido Conservador.

Parlamentares pró-União Europeia entraram na justiça para contestar a decisão na Inglaterra, na Irlanda do Norte e na Escócia. O principal tribunal civil escocês decidiu que a iniciativa é legal, mas as outras duas ações judiciais, em Belfast e Londres, ainda estão em andamento.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE