Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Thalita Rebouças e Fernanda Gentil arrastam público juvenil à Bienal do Rio

Escritora e jornalista estiveram na Arena SemFiltro para falar sobre a adaptação cinematográfica do Ela disse, ele disse .

 
 -   /
/ /

O público juvenil que lotava a Bienal do Livro entre o fim da tarde e início da noite desta quarta-feira (4) tinha bons motivos para comemorar. Uma de suas heroínas, a escritora Thalita Rebouças estava na Arena#SemFiltro para anunciar de forma oficial o lançamento de “Ela disse, ele disse”, adaptação cinematográfica de seu livro homônimo.

  • Saiba mais sobre a Bienal 2019

A trama é protagonizada por Rosa (Duda Matte), menina estudiosa, e Léo (Marcus Bessa), ótimo jogador de futebol.

Os dois são alunos novos na escola e, além de aprender a lidar com os novos amigos e os problemas na família, descobrem que têm muito mais em comum do que imaginavam.

“É um filme sobre como lidar com o outro, como conviver com as diferenças, sobre respeito e, é claro, sobre crescimento, um processo muito rico e cheio de desafios dentro de uma escola”, explicou Thalita.

Produzido em parceria pela LC Barreto/Filmes do Equdor e Globo Filmes, “Ela disse, ele disse”, cuja direção é de Claudia Castro, marca a estreia da jornalista Fernanda Gentil como atriz - ela interpreta Paloma, mãe de Rosa.

“Foi uma experiência incrível. A Paloma é uma mãe que equilibra a vontade de entender e participar do universo da filha com a necessidade de se colocar como uma figura materna - ou seja, há momentos nos quais ela tem que cobrar e dar broncas”, descreveu.

“Ela disse, ele disse” estreia no circuito comercial no dia 3 de outubro.

Fernanda Gentil fala durante a Bienal do Rio 2019 — Foto: Carlos Brito/G1 Fernanda Gentil fala durante a Bienal do Rio 2019 — Foto: Carlos Brito/G1

Fernanda Gentil fala durante a Bienal do Rio 2019 — Foto: Carlos Brito/G1

 

 

PUBLICIDADE

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE