Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Time de MG contrata goleiro Bruno, em liberdade há quase um mês

Informação foi confirmada pelo técnico do Poços de Caldas. Clube disputará a 3ª divisão do campeonato mineiro em 2020

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOFoto: Reprodução TwitterO goleiro Bruno, que cumpre pena por homicídio em regime semiaberto, será o novo reforço do Poços de Caldas Futebol Clube. A contratação do apenado de 34 anos foi confirmada pelo presidente da equipe, Paulo César da Silva, em entrevista à imprensa, nesta terça-feira (14). O time contará com o ex-jogador do Flamengo para a disputa da 3ª divisão do campeonato mineiro no segundo semestre do ano que vem.

Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses de prisão pelo assassinato e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samúdio. Ele também cumpre pena por cometer o crime de cárcere privado do filho que teve com a vítima. Os crimes foram cometidos em junho de 2010, quando Bruno era atleta do Flamengo.

A princípio, o jogador continuaria morando em Varginha, onde fixou residência após sair da prisão, e iria para Poços de Caldas somente para treinos. Para se mudar para o município sede do novo clube, Bruno precisaria de uma permissão da Justiça, já que cumpre regime semiaberto domiciliar.

Em 2017, o goleiro chegou a ser solto por uma liminar do Superior Tribunal Federal (STF) e voltou a jogar futebol, pelo Boa Esporte, mas depois teve a medida revogada e um pedido de habeas corpus negado. Em 27 de abril do mesmo ano, Bruno se apresentou à polícia em Varginha, onde foi preso e levado para o presídio da cidade. Mais de dois anos depois, no dia 18 de julho de 2019, a Justiça concedeu a Bruno progressão de regime para o semiaberto.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE