Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Operário dos Jogos Olímpicos morre de possível insolação em meio a onda de calor no Japão

O operário tinha 50 anos e trabalhava do lado de fora de uma obra quando morreu, na quinta-feira 8 . A capital e o resto do país vêm enfrentando temperaturas acima dos 31ºC desde o final de julho.

 
 -   /
/ /

Um operário de 50 anos, que trabalhava do lado de fora de uma obra da Olimpíada de Tóquio, morreu na quinta-feira (8) depois de ser encontrado inconsciente, disseram organizadores nesta sexta (9). A mídia afirma que a suspeita é de que a causa tenha sido uma insolação, já que a capital japonesa enfrenta uma onda de calor.

O operário estendia cabos do lado de fora do centro de exposições Big Sight, que está sendo reformado para servir como centro de mídia dos Jogos de Tóquio, que serão celebrados no ano que vem.

Ele foi encontrado desmaiado no chão na tarde de quinta-feira (8) e levado a um hospital, onde sua morte foi confirmada, disseram os organizadores em um comunicado.

"Embora a esta altura a causa precisa de sua morte continue desconhecida, a polícia local confirmou que não é necessário realizar uma investigação criminal", disseram os organizadores à Reuters por email.

Segundo a emissora nacional NHK, a polícia disse que as condições no canteiro de obras indicam que uma insolação pode ser a causa, mas a própria polícia não quis confirmar o relato à Reuters.

A temperatura chegou a 35,5ºC em Tóquio na quinta (8), e os termômetros têm ficado acima dos 31ºC desde 24 de julho. Em agosto, o calor vem atingindo médias diárias de 34,8ºC.

As temperaturas elevadas mataram ao menos 57 pessoas em todo o Japão desde o final de julho, um ano antes de Tóquio sediar os Jogos de 2020 - ressaltando a possível ameaça à saúde de atletas e torcedores, um dos maiores desafios dos planejadores olímpicos.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE