Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Atualidades

Há 230 anos nascia o capitalismo

Foi na semana que se seguiu à célebre noite do 4 de agosto de 1789 que a Assembleia Nacional da França aboliu o feudalismo

 

download do áudio A Queda da Bastilha, comemorada em 14 de julho, é lembrada como o principal evento da Revolução Francesa. Mas, lembra o professor José Eli da Veiga, foi na noite de 4 de agosto daquele 1789 que começaram a ser tomadas medidas concretas para abolir o sistema feudal. Segundo o colunista, no período que se estendeu até 11 de agosto, houve uma série de decretos que encerrou o sistema feudal e instalou o capitalismo, institucionalmente.

Eli da Veiga ressalta, no entanto, que não existe unanimidade ou consenso sobre a ideia de que o capitalismo começou há 230 anos. Enquanto alguns historiadores consideram que o sistema começou no Renascimento, outros afirmam que ele teria nascido só com a formação do proletariado. Para outros, ele nasceu da fusão da indústria com o laboratório, o que só ocorreu no século 19. “Mas são poucos os fatos históricos que têm tanta clareza como a decretação pela Assembleia Nacional Francesa do fim do feudalismo”, ressalta Eli da Veiga.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Sustentáculos.


Sustentáculos
A coluna Sustentáculos, com o professor José Eli da Veiga, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

jQuery(document).ready(function($) { $.post('https://jornal.usp.br/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '263901'}); });

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE