Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Ataque na Somália deixa mortos e feridos

Um carro-bomba explodiu perto do aeroporto de Mogadíscio, capital do país, nesta segunda-feira 22 . Número de mortos e feridos não é confirmado. O grupo Al-Shabab, ligado à Al Qaeda, reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

 
 -   /
/ /

Um ataque suicida com carro-bomba em Mogadíscio, capital da Somália, deixou mortos e feridos nesta segunda-feira (22). Segundo a agência EFE, a polícia confirmou pelo menos 11 mortes e 15 feridos. Já agência de notícias Reuters fala em 7 mortos e 27 feridos.

A bomba explodiu do lado de fora de um hotel perto do aeroporto internacional de Mogadíscio, diz a Reuters. A explosão ocorreu no primeiro posto de controle na estrada que leva ao aeroporto, declarou Farah Hussein, um comerciante que testemunhou o ataque.

O hospital Medina recebeu 7 corpos e 27 pessoas feridas, 17 delas em estado grave, disse Nura Hassan, enfermeira do hospital, segundo a Reuters.

O grupo Al-Shabab, ligado à Al Qaeda, reivindicou a responsabilidade pelo ataque. O Al-Shabab tenta derrubar o governo da Somália, que é apoiado pela ONU e pela União Africana. O grupo também assumiu a autoria do ataque no dia 12 de julho, em um hotel em Kismayo, que matou 26 pessoas.

Guerra na Somália — Foto: Arte/G1 Guerra na Somália — Foto: Arte/G1

Guerra na Somália — Foto: Arte/G1

As forças de segurança isolaram a região após o ataque desta segunda (22), que também danificou vários veículos que estavam prestes a passar pelo posto de controle.

A Somália vive em estado de guerra e caos desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi derrubado. Isso deixou o país sem um governo efetivo e em mãos de milícias radicais islâmicas, senhores da guerra que respondem aos interesses de um clã determinado e grupos armados.

A última eleição realmente democrática no país ocorreu em 1969.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE