Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

Estudo da ONU revela que desnutrição caiu no Brasil, mas que cerca de 5 milhões de pessoas ainda passam fome

Em 2017, 15 pessoas morreram por dia por desnutrição; anemia entre mulheres na faixa de reprodução cresceu 27%

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOFoto: Pedro Ribas - Prefeitura de Curitiba

Um estudo divulgado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, a FAO, neste mês, aponta que a desnutrição caiu cerca de 4,5% no Brasil, entre os anos de 2004 e 2006. No período entre 2016 e 2018, o índice teve retração de 2,5%. Apesar desse recuo, dados também revelam que ainda existem cerca de 5 milhões de brasileiros em desnutrição, ou seja, que passam fome. 

O relatório da ONU mostra, ainda, que o combate à fome teve prejuízos acentuados devido à crise econômica de 2012 e, por isso, o país passou a registrar aumento de doenças ligadas à desnutrição. A anemia, por exemplo, cresceu mais de 27%, em 2016, entre as mulheres na faixa de reprodução, de 15 a 49 anos.

De acordo com a entidade, a fome é relacionada diretamente às pessoas que vivem na faixa de extrema pobreza. No Brasil, mais de 15 milhões de pessoas vivem nesta faixa. Ainda de acordo com a FAO, foram registradas, em 2017, cerca de 15 mortes por dia no Brasil, por desnutrição. 

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE