Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Milhares de pessoas se manifestam em apoio à polícia e ao governo de Hong Kong

Apoiadores do governo foram às ruas com bandeiras chinesas.

 
 -   /
/ /

Milhares de pessoas fizeram uma manifestação neste sábado (20) de apoio ao governo pró-Pequim e à polícia em Hong Kong. A mobilização acontece após várias semanas de protestos contra administração local e evidencia a polarização enfrentada na região semiautônoma.

Hong Kong foi abalada por mais de um mês por manifestações gigantescas, em sua maioria pacíficas, após um polêmico projeto de lei do governo que permitiria a extradição de seus cidadãos para a China. Medida foi vista com preocupação por diversos grupos que viam nela uma potencial ameaça para as liberdades dos moradores da ilha.

Na manifestação deste sábado, os apoiadores do governo foram às ruas com bandeiras chinesas e segurando cartazes em apoio à polícia.

A polícia calculou que 103 mil pessoas participaram da manifestação neste sábado. Porém, os organizadores calcularam em 316 mil participantes, de acordo com a com a imprensa local.

Onda de protestos

Manifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong nesta segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu/Reuters Manifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong nesta segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Manifestantes no lobby do prédio do Parlamento em Hong Kong nesta segunda-feira (1º). — Foto: Tyrone Siu/Reuters

A série de manifestações contra o projeto de lei fez com que o governo abandonasse o projeto. No entanto, a decisão do governo não foi suficiente para acalmar a ira de parte da opinião pública.

O protesto tornou-se um movimento mais amplo em prol das reformas democráticas, do sufrágio universal e do freio para cortar liberdade civil nesta cidade semiautônoma, que culminou na invasão do Parlamento local e no confronto violento entre policiais e manifestantes.

Manifestantes contra o governo e grupos de direitos humanos acusam a tropa de choque de uso excessivo da força, incluindo o uso de gás lacrimogêneo e balas de borracha.

De sua parte, a polícia insiste que sua resposta foi adequada e mostra seus oficiais feridos como prova de que um núcleo duro de manifestantes usou de muita violência.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE