Agroindústria

Agroindústria

Fechar
PUBLICIDADE

Agroindústria

BOLETIM AGRO: Negociações de milho para importação seguem aquecidas, mas apresentam queda no mercado interno

Outro destaque desta edição é a queda na temperatura no Sudeste, que preocupa produtores de café paulistas e mineiros

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOCréditos: Wenderson Araujo -CNAAs negociações do milho nos portos, para exportação, seguem em um bom ritmo. No entanto, a movimentação no mercado interno não apresenta a mesma intensidade. A constatação foi feita pelo Cepea/Esalq, que consultou compradores de diferentes regiões do pais.

Quem vai nos explicar a diferença nesses cenários, é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla.

“De fato, neste momento, os compradores internos estão um pouco mais retraídos, porque estão abastecidos de milho e também esperam um desvalorização dos preços, que pode vir também com a maior oferta disponível neste momento, diante do desenvolvimento da segunda safra. Então, vemos toda essa composição de fatores pressionando as cotações e observando o indicador Esalq com uma queda de 4% só na última semana, levando as sacas de 60 quilos de milho à R$ 37,29. Mesmo com essa queda os preços ainda estão altos, na casa dos R$ 37, preços que não atraem os compradores. ”

E a entrada de uma frente fria na última semana fez produtores de café de Minas Gerais e São Paulo ligarem o alerta. Algumas regiões produtoras registraram geadas que podem prejudicar o desenvolvimento da próxima safra que está por vir.

Qual é a previsão para os próximos dias, Carla?

“Essa massa de ar polar se desloca para a região Nordeste, mas também vai se concentrar sobre os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Isso vai continuar trazendo temperaturas muito baixas para importantes regiões cafeeiras do Brasil, o que pode ocasionar novas geadas. As geadas desse último fim de semana foram severas, podendo causar um prejuízo de 30% na produtividade dos cafezais, e o coração da cafeicultura foi atingida nesses últimos dois dias. ”

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br ”

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE