Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Desembargadores aumentam pena de empresário condenado por espancar médica

 
A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) aumentou nesta quarta-feira (26) a pena do empresário Marcos César Martins Campos para dois anos e 20 dias de reclusão por lesão corporal e dois meses e 11 dias de detenção pelo crime de ameaça.

Ele foi julgado e condenado em agosto de 2018 por agressão física a sua ex-esposa, a médica Camila Tagliari, crime ocorrido em 2016. A vítima sofreu rompimento no tímpano e fratura do nariz.

O desembargador da Segunda Câmara Criminal, Pedro Sakamoto, foi o relator da apelação interposta por Camila Tagliari que buscou alterar a dosimetria. Ele foi seguido pelos desembargadores Alberto Ferreira de Souza e Rondon Bassil.

Condenação inicial alvo de revisão nesta quarta-feira aplicou cumulativamente ao denunciado, em agosto de 2018, a pena de um ano e nove meses de reclusão para a lesão corporal e de um mês e 21 dias de detenção para o crime de ameaça. Sentença foi formulada pela juíza Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa.

O caso

O episódio de violência foi registrado em um condomínio nobre da capital, na madrugada de 27 de março de 2016, pouco depois de o casal deixar uma comemoração pelo aniversário de Marcos, conforme o boletim de ocorrência (2016.101552).

Durante a festa, na qual Marcos consumiu bebidas alcoólicas, a vítima teria sugerido ao agressor que ambos fossem embora, já que no dia seguinte teriam de comparecer a outro evento comemorativo, dessa vez com os pais de Marcos.


No entanto, quando o casal chegou à garagem do prédio onde residiam, a mulher foi puxada pelo cabelo. Na sequência, iniciou-se uma sessão de agressões físicas: com socos e tapas.

 As agressões, presenciadas pela filha da médica (enteada de Marcos) terminaram depois que a mulher se escondeu no banheiro da portaria e acionou uma equipe da Polícia Militar.

 Os policiais realizaram a prisão de Marcos quando ele dormia no apartamento do casal.

Olhar Direto

 

 

PUBLICIDADE

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE