Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Alunos da Cecília Meireles terão projeto-piloto da plataforma Eu Empreendo

 
 -   /
/ /

Todos os 101 estudantes dos 9º anos da Escola Cecília Meireles terão livre acesso aos conteúdos programáticos da plataforma gamificada Eu Empreendo, especializada no estímulo do empreendedorismo na rede pública de ensino por meio de práticas, valores e habilidades socioemocionais. O prefeito Luiz Binotti e a secretária municipal de Educação, Cleusa De Marco, participaram na noite desta segunda-feira, 27, da apresentação da iniciativa a alunos, gestores, professores, pais e integrantes do Conselho Deliberativo Escolar.   

Baseado no modelo de Ensino à Distância (EAD), o programa foi oferecido gratuitamente à Prefeitura de Lucas do Rio Verde pela empresa responsável e o projeto piloto será implantado pela Secretaria Municipal de Educação, que colocará, no contraturno escolar, o laboratório tecnológico, chromebooks e um tutor versado em informática à disposição dos alunos participantes, além da interação e acompanhamento dos próprios administradores da plataforma.

Mentor da iniciativa, que conheceu ao participar de um encontro dos Prefeitos do Futuro, Binotti acredita que o incentivo ao empreendedorismo através da plataforma digital introduzirá conhecimentos inovadores adicionais ao aprendizado. “Sugeri o programa Eu Empreendo à secretária Cleusa por perceber o quanto poderia contribuir para desenvolver o potencial dos nossos alunos e ela de imediato abraçou a ideia.  É com muita alegria que estou aqui na Escola Cecília Meireles, onde já temos previsão de fazer algumas obras de extrema importância para a comunidade, para darmos a largada nesta iniciativa porque temos o olhar voltado para a educação. Precisamos que estes jovens estejam preparados para os desafios que virão e aprender a empreender certamente será decisivo para o futuro deles todos.”

Segundo a secretária municipal, a comunidade da Cecília Meireles precisa levar em conta que a escola está tendo uma oportunidade ímpar ao receber o projeto-piloto do Eu Empreendo. “Fizemos uma parceria com a plataforma para trazer para os alunos desta unidade escolar a possibilidade de metodologias que desenvolvam o empreendedorismo jovem. O nosso novo documento curricular traz a criança no centro do processo educativo e o Eu Empreendo vai incentivar o protagonismo dos jovens do 9º ano, a motivação e o interesse pelo estudo com uma forma diferente de aprendizagem”, avalia.

O aluno Kayke Cesar Gastaldi, de 14 anos, que, como a maioria dos jovens, costuma usar frequentemente a internet, ingressou este ano no mercado de trabalho e sonha ser engenheiro civil, acompanhou atentamente a apresentação do Eu Empreendo. “Gostei porque é de fácil acesso, de qualquer lugar você pode entrar no programa e ajuda muito nessa parte de empreender e de orientar para o primeiro emprego e qual profissão seguir. Acho que o projeto vai aprimorar o que já estou aprendendo“, diz ele, que inclusive já faz um curso preparatório via online.

Para o professor Marcelo Verardi, tutor do Eu Empreendo, a implantação do programa na escola vai estimular uma visão empreendedora e oferecer novas perspectivas sobre como lidar melhor com o primeiro emprego a jovens muito focados no estudo. “O projeto dessa empresa que desenvolveu o software tem dois anos de existência e é piloto não só em Lucas do Rio Verde mas em todo o Brasil. Nessa área, as crianças e jovens vão de zero a cem do dia pra noite e isto é a veia do empreendedor. Então, temos a expectativa de cativar todos os alunos do 9º ano da escola”, ressalta.

Conheça a plataforma: http://euempreendo.org.br/

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE