Notícias

Notícias

Fechar
PUBLICIDADE

Notícias

Hospitais públicos do Pará realizam campanha de vacinação

 
 -   /
/ /

Mais de 350 colaboradores do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, em Marabá (PA), participaram da campanha de vacinação contra a Influenza nos dias 14 e 15 de maio. A ação foi coordenada pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt) da Unidade e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Marabá. 

Os colaboradores do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, e do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, ambos gerenciados pela Pró-Saúde, também foram imunizados em 2019, só que em abril. No HRBA, a ação beneficiou 1.100 profissionais e, no Oncológico Infantil, 382 pessoas. 

Os profissionais da saúde fazem parte do grupo recomendado pelo Ministério da Saúde como prioritário para esta etapa da campanha nacional contra gripe. Junto com eles estão as pessoas com mais de 60 anos, professores das escolas públicas e privadas, crianças de seis meses até seis anos incompletos, gestantes, mulheres que tiveram filho nos últimos 45 dias, funcionários do sistema penal, indígenas, pessoas privadas de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas.

Influenza
A gripe causada pelo influenza é uma infecção transmitida por meio do contato com secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada com o vírus. Seus principais sintomas são: febre alta, coriza, tosse seca, náusea, vômito, falta de apetite e dores nos músculos,  articulações, cabeça e garganta. Dependendo da gravidade, alguns pacientes necessitam de internação hospitalar.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, anualmente, cerca de 5 milhões de pessoas são acometidas pela doença no mundo e até 650 mil morrem por complicações da gripe. Por isso é importante participar da campanha de vacinação. 

Além da imunização, para prevenir-se da gripe, é preciso manter as mãos limpas, não compartilhar objetos pessoais, como copos, toalhas e travesseiros, e evitar  locais fechados e com aglomeração de pessoas.

Sobre a Unidade
Referência em atendimento de trauma de média e alta complexidades para 22 municípios paraenses, o HRSP tem 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Possui perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, oferecendo atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial,Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva adulto, pediátrica e neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia. 
 
Em 2018, a Unidade atendeu 5.849 pacientes no Acolhimento. Desse total, 1.103 eram vítimas de trânsito, o equivalente a 18% dos usuários admitidos no Hospital.
 
Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de onze Estados brasileiros - a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativo, política de integridade e valores cristãos.
 
A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

 

 

Mais Lidas em Notícias

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE