Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Trabalhador é assaltado após sair do banco com 2.400,00 em Barra do Garças

 
Está cada vez mais perigoso andar com dinheiro principalmente quando recebe quantias elevadas no banco. Em Barra do Garças um trabalhador da construção civil foi assaltado por volta das 10h30 da manhã de quarta-feira (15/5) logo depois que sacou 2.400,00 na Caixa Econômica Federal.

O trabalhador M.L.R., de 51 anos, disse que estava retornando a pé do banco perto da escola Dom José Selva quando apareceram dois ladrões numa moto vermelha lhe anunciando o roubo.

Os bandidos chegaram já batendo na vítima e pegaram o dinheiro cujo montante o trabalhador pretendia dar de entrada para comprar uma moto usada.

“Foi meu patrão que depositou esse dinheiro na minha conta. Fui sacá-lo para comprar a moto usada”, explicou. Moradores que ouviram pedido de socorro da vítima acionaram a Polícia Militar que compareceu no local com uma viatura.

Os policiais registram a ocorrência e alertaram a comunidade sobre risco de andar com valores elevados, pois infelizmente estão ocorrendo assaltos e golpes na porta dos bancos. Os bandidos estão colocando ‘olheiros’ que ficam dentro ou fora da agencia a movimentação de pessoas recebendo dinheiro.

Quem tiver informações que possam auxiliar na identificação e prisão dos elementos que roubaram esse trabalhador podem ligar no telefone (66) 3401 1380 da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) ou no 190 da Polícia Militar.

Detalhe, o telefone 190 da PM está com problema por causa da operadora de telefone e muitas das vezes demora ou não atende o número 190. O coronel Souza disse recentemente que já reclamou junto a operadora para regularizar essa situação. A mesma pane de funcionamento já aconteceu também no 193 do Corpo de Bombeiros esporadicamente.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE