Artigos

Artigos

Fechar
PUBLICIDADE

Luverdense

Sem pausa no calendário, LEC ainda tenta se acertar na disputa da Série C

 

O Luverdense tem uma missão complicada na Série C de 2019, após um início de temporada irregular. A equipe do LEC sonha com um retorno para a segunda divisão nacional, porém deve lutar mesmo para evitar um novo rebaixamento. As eliminações na Copa do Brasil e, principalmente, nas semifinais do Campeonato Mato-Grossense foram um sinal de alerta para os torcedores e também para a diretoria.

Desde o início do ano até o final de abril, o Luverdense fez 18 partidas e em nenhum momento mostrou bom futebol. Foram apenas sete vitórias e um aproveitamento de 46,3%, que não foi suficiente para se manter vivo no Estadual. A equipe acabou eliminada para o Cuiabá, após perder os dois jogos da semifinal, o primeiro por 2 a 0 e o segundo por 3 a 0. Ou seja, um início de ano para se esquecer.

Na Copa do Brasil, o objetivo do Luverdense era chegar o mais longe possível. No entanto, logo na terceira fase a equipe já encarou o Fluminense e não aguentou o forte rival. Uma derrota por 2 a 0, no Rio de Janeiro, sacramentou mais uma eliminação. O maior problema do time, até agora, tem sido o ataque ineficaz. Com menos de 20 gols marcados na temporada, o LEC é um dos piores da Série C.

A disputa por uma vaga na segunda divisão nacional não será nada fácil. Jogando no Estádio Passo das Emas, o Verdão parece mais preocupado em não rebaixar para a Série D. Porém, o Grupo B parece contar com rivais melhores preparados, como Volta Redonda, Remo e Paysandu. O LEC sonha com mais tempo para reestruturar o time, porém durante a Copa América a Série C não vai parar.

Sem mudanças no calendário

No final de 2018, a CBF confirmou que o calendário do futebol brasileiro iria sofrer mudanças por conta da Copa América de 2019. Com a competição sendo sediada no Brasil, era esperado que todos os torneios nacionais parassem durante os meses de junho e julho. Porém, isso vai acontecer apenas para a elite. A Série C não terá pausa e o Luverdense continuará jogando, enquanto torce de longe para a Seleção.

O motivo é a questão dos estádios, já que nenhum time da terceira divisão joga em algum lugar que estará acontecendo jogos da Copa América. A Arena Pantanal, por exemplo, ficou fora do torneio. Apenas Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre vão receber partidas das seleções. Por isso, os torcedores vão precisar dividir atenções entre a equipe de Tite e os jogos da Série C.

A Seleção Brasileira vai estrear no dia 14 de junho, contra a Bolívia. Será o primeiro passo para Tite conquistar um título no comando da equipe. O favoritismo está do lado brasileiro, principalmente por jogar em casa e estar em melhor momento. No dia 6 de maio, a Seleção aparecia com a melhor cotação no portal de apostas da Betway. São 38,2% de chances de conquistar a Copa América, deixando para trás Argentina, Chile e Colômbia.

Final em outubro e audiência

Além de não ter uma pausa durante a Copa América, a disputa da Série C vai terminar bem antes do final do ano. Como de costume, a decisão do torneio vai ocorrer em outubro. Por isso, o Luverdense pode ficar boa parte do segundo semestre sem nenhum jogo oficial no calendário. Essa é uma reclamação que as equipes já fizeram para a CBF, como mostra reportagem do portal Globoesporte, mas nunca foram atendidas pela mudança no calendário.

A novidade maior é a chegada da DAZN como emissora oficial da disputa. Desde o início da competição, a plataforma de streaming será responsável pelos jogos. Uma mudança positiva e que pode dar maior visibilidade para a Série C e, também, para os times na disputa. Durante as primeiras rodadas, por exemplo, a audiência nos jogos do Remo já bateram recordes, com mais de 318 mil visualizações em partida contra o Boa Esporte.

Enquanto isso, o LEC tenta acertar o ataque para não fazer feio nas novas transmissões. O time não terá outra pré-temporada e, por isso, precisa ajustar o elenco rapidamente. A fórmula de disputa da Série C é rápida, principalmente na primeira fase, e escapar do rebaixamento pode ser complicado na reta final. Os torcedores vão ficar atentos, mesmo que dividindo atenção com o Brasil na disputa da Copa América.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE