Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Ministério Público construirá nova sede das Promotorias em Lucas do Rio Verde

 
 -   /
/ /

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, se reuniu nesta segunda-feira (6 de maio) com o prefeito de Lucas do Rio Verde, Flori Luiz Binotti, para tratar de um convênio que visa a construção da nova sede das Promotorias na comarca. No encontro, ficou acertado que será firmado um convênio nos mesmos moldes do que foi estabelecido com o Poder Judiciário para a construção do novo Fórum. O Ministério Público cederá a atual sede, localizada no centro da cidade, em troca de um terreno próximo à Prefeitura, na região chamada de cidade jurídica, onde estarão concentrados todos os órgãos do sistema de justiça.

“A mudança será benéfica para todos, pois permitirá que as instituições fiquem próximas, facilitando o acesso, especialmente da população. A nova sede das Promotorias terá cerca de 400m² e dois pavimentos. Será um prédio moderno, que trará conforto e tranquilidade aos frequentadores e uma melhora significativa do ambiente de trabalho aos promotores de Justiça e servidores. Nosso principal objetivo é atender à demanda crescente da comarca e acompanhar o desenvolvimento da cidade, que ocorre em escala exponencial”, avaliou José Antônio Borges Pereira.

Para o prefeito Flori Binotti, a parceria entre as instituições representa uma dupla conquista. “Estamos criando em Lucas do Rio Verde a cidade jurídica, onde já está em construção o Fórum Estadual e o Fórum da Justiça do Trabalho, e onde teremos também a sede das Promotorias, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil. E, no atual prédio, funcionará um complexo da saúde para atender melhor o cidadão”, contou. Conforme o chefe do executivo municipal, o termo de cooperação prevê que a obra da sede das Promotorias seja financiada e fiscalizada pelo MPMT e licitada e executada pela prefeitura.

O promotor de Justiça José Vicente Gonçalves de Souza reforça que o convênio representa uma conquista. “A Promotoria atual está aquém da demanda de serviço da comarca. A nova sede, além de oferecer uma estrutura melhor para promotores e servidores, fornecerá condições para melhor atendermos ao cidadão, estando ao lado dos demais órgãos da justiça O acesso à prestação jurisdicional e à tutela o Ministério Público será facilitada e melhor prestada”, argumentou.

Também participaram da reunião o secretário-geral do MPMT, promotor de Justiça Milton Mattos da Silveira Neto, os promotores de Justiça Carlos Eduardo Pacianotto e Leonardo Moraes Gonçalves, e o procurador do município André Pezzini.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE