Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Vereadores aprovam projeto dobrando a multa por lote sujo para combater a dengue e febre chikungunya

 
A Câmara Municipal de Vereadores do município de Nova Xavantina, no leste de Mato Grosso, aprovou na sessão do dia 15/04, por seis votos a favor e quatro votos contra, o projeto de Lei de autoria do Executivo Municipal, aumentando o valor da taxa de limpeza de lotes e estipulando o pagamento da multa em dobro, para proprietários de lotes sujos que já foram notificados e não atenderam a determinação da limpeza.

Os vereadores Luizmar, líder do Prefeito na Câmara; Pedrão, Fernandinho, Edilson Caetano, Savinho e João Bang votaram a favor e se dizem combatentes das doenças e da dengue; uma vez que, lotes sujos, acumulam todo tipo de inseto, além do mosquito da dengue.

O presidente da câmara, Paulo Cesar Trindade, orienta os proprietários a manterem seus lotes limpos e, assim, evitarem notificação por parte da prefeitura. 

“Nesta época de chuvas, é normal o rápido crescimento do mato, que pode deixar terrenos urbanos sujos com entulhos,
potes, pneus e outros materiais que podem acumular água e ser criadouro de mosquitos do Aedes aegypti”, disse.

O inseto é o principal transmissor de doenças como dengue, zika vírus, chicungunya e a febre amarela, que está fazendo vítimas na região. Além dessas doenças, os lotes sujos podem servir de abrigo para aranhas, escorpiões, ratos, cobras, taturanas, vespas, formigas e marimbondo, colocando em risco a população.

Votaram contra os projeto do poder executivo os vereadores Elias Bueno, Valtinho e a vereadora Meire.

Multas lotes sujos

A fiscalização de lotes vagos é mais uma ação da Prefeitura de Nova Xavantina para evitar proliferação das doenças transmitidas pelo aedes. Caso o terreno esteja sujo, o proprietário é notificado para efetuar a limpeza.  Se após esse prazo, não atender a notificação, o dono é multado.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE