Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍCIA

Assaltante aponta arma para PMs e morre baleado

 
 -   /
/ /
Um assaltante, R.N.F.M., de 24 anos, morreu nesta noite de sábado (20), após apontar uma arma a policiais militares. Ele e outros três suspeitos estavam em um veículo Volkswagen Polo, quando acabaram chamando a atenção de policiais que faziam ronda no bairro Mapim, em Várzea Grande. Ao serem abordados, os suspeitos fugiram e, depois de uma perseguição, acabaram sofrendo um acidente. Foi neste momento que R.N.F.M. apontou a arma aos policiais e acabou sendo alvejado. Foram presos J.S.P., 30 anos, e D.A.J., de 20 anos. O terceiro suspeito conseguiu fugir.

De acordo com o Boletim de Ocorrências (B.O.), o veículo chamou a atenção dos policiais por estar sem placa e em alta velocidade. A perseguição foi marcada por troca de tiros entre a polícia e os suspeitos.

A perseguição chegou ao fim, quando o motorista acabou perdendo o controle da direção e o veículo caiu em um buraco. Neste momento, R.N.F.M. saiu do carro com a arma apontada para os policiais, que reagiram para se defender. J.S.P. e D.A.J., por sua vez, saíram do veículo e deitaram no chão, momento em que foram algemados. Foi neste momento que o terceiro suspeito, não identificado, fugiu por um matagal próximo.

R.N.F.M. chegou a ser socorrido pelos policiais e levado ao pronto-socorro municipal de Várzea Grande, onde chegou com vida, mas acabou não resistindo aos ferimentos. Os policiais, antes de levá-lo à unidade, acionou o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas foram orientados de que o tempo não seria hábil para os primeiros socorros.

Os policiais encontraram um revólver, da marca Taurus, com duas munições deflagradas, duas intactas e uma picotada.

FIZERAM ASSALTO

Ainda segundo o B.O., os suspeitos tinham invadido e assaltado uma chácara, por volta do meio-dia, no município de Rosário Oeste (105Km de Cuiabá), onde teriam agido com truculência contra os proprietários.

De lá, os suspeitos levaram uma caminhonete S10, com vários pertences dos donos da chácara, além de danificar e quebrar diversos equipamentos do imóvel.

Aos policiais, eles admitiram o roubo e informaram o paradeiro da caminhonete, escondida numa região de mata da BR-364, sentido à cidade de Jangada.

J.S.P. já possuía três passagens e D.A.J., sete. R.N.F.M., por sua vez, possuía apenas uma passagem.


folha max

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE