Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Naufrágio na República Democrática do Congo deixa mortos e desaparecidos

Governo local estima que 150 pessoas estejam desaparecidas. Embarcação afundou em lago, por razões ainda desconhecidas.

 

Cerca de 150 pessoas estão desaparecidas depois que uma embarcação naufragou em um lago no leste da República Democrática do Congo, disse o presidente Felix Tshisekedi nesta terça-feira (16).

"Estou muito entristecido com o naufrágio de uma embarcação em 15 de abril no lago Kivu. O número provisório é de 150 pessoas desaparecidas", disse Tshisekedi na conta de seu gabinete no Twitter.

"Expresso minha sincera compaixão às famílias vitimadas", escreveu.

De acordo com uma fonte ouvida pela Reuters, o barco partiu da província de Kivu do Norte e naufragou perto do território Kalehe. Ele disse que três corpos foram recuperados, 33 pessoas foram resgatadas e que outros 150 passageiros estão desaparecidos.

Tshisekedi disse estar acompanhando a situação de perto "para identificar e punir os responsáveis" pelo naufrágio.

Naufrágios na República Democrática do Congo

Acidentes de barco letais são comuns na República Democrática do Congo, um país rico em florestas. Como há poucas rodovias fora de grandes cidades, barcos são frequentemente lotados para muito além de sua capacidade.


Quer comprar um apartamento num dos centros de Goiânia?

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE