Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

PMs são presos dentro de quartel em Castanhal, no Pará, acusados de participar de grupo de extermínio

Operação Anonymous investiga participação de policiais em assassinatos que ocorreram em fevereiro de 2019. Mandados de prisão e apreensão foram emitidos pela Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Ananindeua.

 

Quatro policiais militares foram presos nesta terça-feira (16) dentro de um quartel na cidade de Castanhal, no nordeste paraense. Eles são suspeitos de participarem de uma milícia que praticava execuções na Região Metropolitana de Belém. As prisões ocorreram por meio da Operação Anonymous, que investiga o caso e aponta a participação de civis e policiais em vários crimes.

Os policiais estão presos no Centro de Recuperação Coronel Anastácio das Neves, do complexo penitenciário de Santa Izabel do Pará.

Além do mandado de prisão contra dez pessoas, sendo sete policiais e três civis, a operação também cumpriu mandados de busca e apreensão.

De acordo com o Ministério Público do Pará (MPPA), os suspeitos participaram do assassinato de Walberson Nunes Dantas, conhecido como “Tio Flora”, em fevereiro de 2019.

O mandate do assassinato da vítima teria assegurado que nos seus dias de folga “labora de forma extraordinária” para o Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar. Na casa do mandante do crime estavam coletes e armas registrado em nome do comandante.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE