Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Mais de dez pacientes do '''Doutor Bumbum''' já prestaram depoimento à polícia, diz delegada

Delegada negocia entrega do médico Denis Furtado. Laudo da morte de bancária deve sair nesta quinta-feira 19 . Sala onde médico atendia está interditada desde terça-feira 17 .

 
 -   / - G1  / FolhaMT
/ - G1 / FolhaMT / - G1 / FolhaMT

Pelo menos dez pacientes do médico Denis Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, já prestaram depoimento na 16ª DP, na Barra da Tijuca, que investiga a morte da bancária Lilian Calixo, 46 anos, após procedimento estético realizado no sábado(14) na cobertura do médico.

No depoimento, pelo menos duas mulheres contaram que desistiram do procedimento e não receberam o dinheiro de volta. Por isso, agora a polícia vai investigá-lo por apropriação indébita. Em depoimento nesta quarta, paciente disse que fez a intervenção nos glúteos na casa do médico. Ela disse que teve complicações uma semana depois.

A delegada Adriana Belém confirmou, na manhã desta quinta-feira (19), que está negociando com a defesa do Dr. Bumbum, para que ele se entregue à polícia. Denis e a mãe Maria de Fátima foram presos na tarde desta quinta.

Disque Denúncia divulga cartaz com foto de médico procurado — Foto: Divulgação Disque Denúncia divulga cartaz com foto de médico procurado — Foto: Divulgação

Disque Denúncia divulga cartaz com foto de médico procurado — Foto: Divulgação

A delegada Adriana Belém disse que está recebendo várias denúncias e estão apurando todas elas.

"Se ele não se entregar, eu prendo de qualquer jeito. Preso, ele vai ser”.

Ainda de acordo com a delegada, mais três pessoas prestaram depoimento nesta quarta-feira (18) sobre os procedimentos que ele usava. As testemunhas devem ser chamadas para depor novamente. O laudo da necropsia deve sair nesta quinta.

Advogado vai à delegacia

Na manhã desta quinta, um novo advogado chegou foi à delegacia. “Até por uma questão óbvia, eu não vou me encontrar com ele. Mas existe uma pessoa que está tentando contato com ele para ele se apresentar. Ele vai se apresentar. Entre hoje e amanhã ele vai se apresentar”, disse Marcus Cézar Braga.

“Ele ficou muito amedrontado porque houve um incidente com ele. Ele deixou de se apresentar a polícia, segundo ele me relatou, ele teria sido vítima de um atentado. E esse teria sido motivo que ele se escusou de se apresentar à autoridade policial”, acrescentou.

Advogado Marcus Cézar Braga chega à 16ª DP (Barra) — Foto: Bruno Albernaz/G1 Advogado Marcus Cézar Braga chega à 16ª DP (Barra) — Foto: Bruno Albernaz/G1

Advogado Marcus Cézar Braga chega à 16ª DP (Barra) — Foto: Bruno Albernaz/G1

Sala do médico em shopping está interditada

O G1 esteve no salão onde Dr. Bumbum atendia na Barra da Tijuca na manhã desta quinta-feira (19) e encontrou o local lacrado. Na porta, um documento da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio informava que o estabelecimento está totalmente interditado desde terça-feira (17).

Funcionários e empresários do prédio comercial se surpreendem ao saber que eram vizinhos do médico.

“Eu soube dessa notícia, mas nunca imaginaria que ele atendia aqui e muito menos aqui no nosso corredor. Estou até meio chocada em saber que ele atendia aqui do lado. Nunca teve placa ali com nome da marca ou do profissional. Pra mim é uma surpresa saber que esse tal de Dr. Bumbum era aqui do bloco", contou uma empresária, que preferiu não se identificar.

Vizinhos não sabiam que Dr.Bumbum atendia no local — Foto: Bruno Albernaz / G1 Vizinhos não sabiam que Dr.Bumbum atendia no local — Foto: Bruno Albernaz / G1

Vizinhos não sabiam que Dr.Bumbum atendia no local — Foto: Bruno Albernaz / G1

O boletim médico do Hospital Barra D’Or, em que a bancária Lilian Calixto foi socorrida após passar mal durante um procedimento estético, informou que ela chegou ao local com falta de ar, taquicardia e pele azulada.

Lilian vivia em Cuiabá e viajou ao Rio para realizar procedimento estético — Foto: Reprodução/ Redes sociais Lilian vivia em Cuiabá e viajou ao Rio para realizar procedimento estético — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Lilian vivia em Cuiabá e viajou ao Rio para realizar procedimento estético — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Ela chegou ao Barra D'or no sábado, por volta das 22h50, após ser levada ao local por Denis, Maria de Fátima Barros, mãe do médico, Renata Fernandes, namorada dele, e ainda pela técnica de enfermagem Rosilane Pereira da Silva.

O boletim diz que a paciente chegou lúcida e contou que tinha sido submetida a um implante de cerca de 300 mililitros de silicone em ambos os glúteos e que, no momento do atendimento, ela apresentava sinais de taquicardia, dificuldade para respirar, pele azulada, que é um sintoma de falta de oxigenação do sangue, e suava muito.

Como foi o procedimento

A bancária foi à casa do médico de táxi, enquanto o taxista ficou na portaria aguardando. Com a demora, o motorista ligou para a passageira. Denis deu R$ 300 ao motorista e o dispensou, dizendo que Lilian ia demorar porque era um jantar.

Parentes contaram que Lilian saiu de Cuiabá, em Mato Grosso, onde morava, para fazer um procedimento estético nos glúteos. Segundo eles, ela tinha a informação de que o procedimento era em uma clínica e eles ficaram surpresos ao saber que ela foi para a casa do médico.

Até agora ainda não se sabe detalhes sobre o procedimento e que tipo de substância foi usada, mas em vídeos nas redes sociais o médico fala no uso do polimetilmetacrilato, conhecido pela sigla PMMA, ou por metacril, produto composto por microesferas de um material parecido com plástico usado para preenchimento corporal.

CASO DR. BUMBUM

  • Bancária morre após procedimento estético no Rio

  • Dr. Bumbum e mãe são presos após quatro dias foragidos

  • Procedimento em bancária foi 'lícito e correto', diz Dr. Bumbum

  • Dr. Bumbum x testemunha: compare as versões sobre o caso

  • O que dizem as pacientes atendidas pelo Dr. Bumbum

  • Médico e mãe foram suspeitos da morte do namorado dela em 1997

  • Dr. Bumbum foi médico no Palácio do Planalto por 15 dias

  • Corpo de bancária é enterrado em MT

  • O que se sabe do caso do Dr. Bumbum

  • Médico tem passagens na polícia por homicídio, porte ilegal de arma e ameaça

  • Médico tinha diploma, mas não podia atuar como cirurgião

  • MP-RJ apresenta denúncia de homicídio doloso contra ‘Dr. Bumbum’, a mãe e auxiliares

  • Justiça do RJ manda soltar Dr. Bumbum

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE